Atlético vence Cruzeiro e fica com a Copa do Brasil de 2014

O Atlético era o favorito para a conquista da Copa do Brasil de 2014 e o resultado foi o que a torcida alvinegra da Colina de Lourdes, em Belo Horizonte, esperava. Depois de vencer o primeiro clássico contra o Cruzeiro, no Estádio Independência, no Horto, por 2 a 0, o Galo Carijó de Minas conquistou o inédito título da Disputa nacional e se tornou o décimo quinto clube campeão nacional com uma campanha suada, sofrida e especial paras a fiel e fanática torcida.
O Atlético conseguiu ganhar o título nacional que lhe faltava com uma nova vitória, dentro do Mineirão, com mando de campo do rival ao vencer de 1 a 0, na noite desta quarta-feira, dia 26 de novembro de 2014, com gol de cabeça do artilheiro Diego Tardelli, aos 47 minuto do primeiro tempo, já nos descontos dados pelo juiz Luiz Flávio de Oliveira, de São Paulo. O Galo Carijó ganhou o segundo título brasileiro – o primeiro foi em 1971 quando derrotou o Botafogo no Maracanã, no Rio, por 1 a 0, gol de Dario Peito-de-Aço e foi o primeiro campeão do Brasil.
Devido à chuva  que assolou a Grande BH e o alto preço dos ingressos, o Mineirão não ficou lotado como era de se prever e  sobraram lugares em todos setores, frustrando especialmente a torcida atleticana que só teve direito a menos de 2 mil entradas. Mesmo em minoria no estádio da Pampulha, os atleticanos não se entregaram e acabaram calando a torcida azul. Uma grande vitória e uma conquista especial para os atleticanos por o time agora ter a Copo do Brasil e ainda ter vencido o maior rival numa decisão nacional inédita.
Eis a ficha técnica do histórico clássico Atlético e Cruzeiro que deu aos atleticanos o título nacional que lhe faltava na sua gloriosa história:
Atlético 1, Cruzeiro 0
No Mineirão, dia 26 de novembro de 2014 pela Copa do Brasil
Gol de Diego Tardelli aos 47 minutos do primeiro tempo
Juiz: Luiz Flávio de Oliveira (SP). Bandeiras: Marcelo Van Gasse e Emerson de Carvalho, também de SP.
Renda de R$ 7.885.510 e público pagante de 39.786 torcedores
Cartões amarelos: Luan, Rafael Carioca, Maicosuel, Leonardo Silva, Dátolo (Atlético); Egídio (Cruzeiro)
Cartão vermelho: Leandro Donizete (Atlético)
Atlético– Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Leandro Donizete, Rafael Carioca (Pierre) e Dátolo; Luan (Maicosuel), Diego Tardelli (Eduardo) e Carlos. Técnico: Levir Culpi.
Cruzeiro– Fábio; Ceará (Júlio Baptista), Bruno Rodrigo, Léo e Egídio; Nilton, Henrique (Willian Farias), Everton Ribeiro e Ricardo Goulart; Willian (Dagoberto) e Marcelo Moreno. Técnico: Marcelo Oliveira.
Anúncios
| 4 Comentários

Cruzeiro campeão por mérito e agora enfrenta Galo na final da Copa do Brasil

Com antecipação de suas rodadas e uma vitória dura mas merecida contra o Goiás Esporte, neste domingo, dia 23 de novembro, o Cruzeiro conquistou o tetracampeonato brasileiro e agora vai decidir a Copa do Brasil na próxima quarta-feira, 26 de novembro, contra o maior rival, o Atlético, no Mineirão.  O Cruzeiro para ser campeão da Copa do Brasil  terá de vencer o maior inimigo de três gols de vantagem, já que o Galo ganhou o primeiro jogo decisivo por 2 a 0, dentro do Estádio Independência.

Se conseguir superar o Atlético e ser campeão da Copa do Brasil o Cruzeiro vai repetir a façanha de 2003, quando foi campeão mineiro, campeão da copa do Brasil e também campeão do Brasileirão, comandado pelo atacante Alex, atualmente jogando no Coritiba. Para ficar com o quarto título brasileiro, o Cruzeiro ficou como líder o Brasileirão’2014 desde a sexta-rodada e manteve  no primeiro lugar por 30 rodadas. Garantiu o feito com a vitória de 2 a 1 sobre os goianos e superando o São Paulo que ficou com uma vaga na Libertadores, como seu rival, com sete pontos de vantagem  mesmo faltando ainda dois jogos para acabar o Campeonato Brasileiro de 2014.

Já o Atlético que perdeu, com times misto, para o Internacional em Porto Alegre, no sábado passado, por 2 a 1 segue na disputa no Brasileirão por uma das vagas na  Libertadores e com seu time descansado e com todos titulares encara o Cruzeiro podendo até perder de um gol  ou empatar e ficar com a taça. Vai ser uma grande decisão e o Galo conquistar pela primeira vez o título da disputa. Forza Minas, com seus dois melhores times no na liderança nacional. Viva o futebol das Alterosas…

| 1 Comentário

Cruzeiro e Atlético sonham com final da Copa de 2014

Faltando seis rodadas para o final do Campeonato Brasileiro de 2014 com o Cruzeiro líder invicto e absoluto da competição surgindo como virtual bicampeão nacional, com cinco pontos de frente para o São Paulo segundo colocado e o Atlético fora do G-4 mas ainda com possibilidades de garantir vaga para a Libertadores da América, as atrações são os jogos Atlético x Flamengo no Mineirão e Santos e Cruzeiro na Vila Belmiro, na Baixada Santista, nesta quarta-feira, dia 5 de novembro, à noite, pela Copa do Brasil.
São jogos de volta das semifinais da taça brasileira e a empolgação das torcidas cruzeirense e atleticana é dos dois grande clubes de BH e Minas conseguirem passar às finais da Copa do Brasil e acontecer uma inédita briga pelo titulo brasileironas finais da Copa dom Brasil, com Atlético x Cruzeiro em dois clássicos sensacionais. Finais que, se acontecerem baterem todos recordes de público e renda no Mineirão. Que venham dois clássico Atlético e Cruzeiro pelo titulo nacional. Viva o futebol mineiro e belo-horizontino.
Na rodada do final de semana, no domingo, dia 2 de novembro, o Cruzeiro ganhou do Botafogo de 2 a 1, no Mineirão, reafirmando sua condição de líder do Brasileirão’ 2014 em busca de nova conquista da tríplice coroa. Marquinho de Egídio, cobrando falta, marcaram os gols cruzeirenses com 15 minutos de jogo mas no segundo tempo, no chamado ao apagar das luzes, um gol contra do beque Leo, aos 46 minutos, quase complica a vida do atual campeão brasileiro.
Na próxima rodada, o Cruzeiro recebe o Figueirense no Mineirão, enquanto o São Paulo joga contra o Vitória em Salvador.  Nas rodadas seguintes, que podem decidir o campeonato, o Cruzeiro joga duas seguidas fora  de casa – Santos e Grêmio, em seguida vêm Goiás, em casa, Chapecoense, fora e Fluminense, no Mineirão.Eis a ficha técnica da vitória azul sobre o Fogão em Belo Horizonte: 
Cruzeiro 2 x 1 Botafogo
Pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, no  Mineirão.
Juiz: Elmo Alves Resende-GO
Bandeirinhas- Fabrício Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires (ambos de Goiás).
Público de 36.004 pagantes e renda:R$ 1.807.922,00.
 
Cruzeiro –Fábio; Mayke, Dedé, Leo e Egídio; Henrique, Lucas Silva (Nilton); Everton Ribeiro (Willian Farias), Júlio Baptista (Dagoberto), Marquinhos; Marcelo Moreno.Técnico: Marcelo Oliveira
Botafogo – Jefferson, Régis, Dankler, Rodrigo Souto e Junior Cesar; Andreazzi (Airton), Gabriel, Mario Bolatti (Ramirez) e Carlos Alberto; Murilo e Rogério (Jóbson) Técnico: Vágner Mancini
Gols: Marquinhos, aos quatro minutos; Egídio, aos 15 minutos; e de Leo (contra), aos 46 minutos do segundo tempo.
O Galo Carijó segue com 54 pontos, mesma pontuação do quarto colocado, o Fluminense, que leva vantagem pelo saldo de gols. O sexto (Grêmio) e o sétimo (Corinthians) também têm 54 pontos. Na próxima rodada, o Galo enfrenta o Palmeiras em São Paulo, sábado que vem.
A partir de agora, o Galo volta todas as atenções para a Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, às 22h, no Mineirão, o time joga para manter vivo o sonho do título. Derrotado por 2 a 0 pelo Flamengo no joga de ida, no Maracanã, o Alvinegro tem de vencer por mais de dois gols de diferença para avançar. Uma vitória por 2 a 0 leva a decisão da vaga para as cobranças de pênaltis.
Eis a ficha técnica da derrota do Atlético para o Furacão no Paraná:
ATLÉTICO-PR 1 X 0 ATLÉTICO
Jogo pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.
No Estádio da Arena da Baixada, em Curitiba
Juiz: Pericles Bassols Pegado Cortez (RJ)
Bandeirantes: Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Jackson Massarra dos Santos (RJ)
Atlético-PR – Weverton; Mário Sérgio (Otávio), Gustavo, Willian Rocha e Natanael; Deivid, Paulinho Dias e Bady (Hernani); Marcelo (Dellatorre), Cléo e Marcos Guilherme. Técnico: Claudinei Oliveira.
Atlético – Giovanni; Alex Silva, Edcarlos, Leonardo Silva e Douglas Santos; Pierre, Josué (Marion), Luan e Maicosuel (Jô); Diego Tardelli e Carlos (Cesinha). Técnico: Levir Culpi
Gol: Paulinho Dias, 42 segundos do primeiro tempo.
| 1 Comentário

Cruzeiro quase nas finais e o Galo tem de goelar o Mengo

As semifinais da Copa do Brasil de 2014 começaram com os grandes times mineiros ficando em situações diferente na corrida pelo título da temporada. O Cruzeiro venceu e está com tudo para ser finalista da disputa nacional enquanto o Atlético terá de se superar e repetir feitos anteriores para derrubar o rival e chegar às finais contra seu velho inimigo estadual. Na primeira rodada das semifinais nesta quarta-feira, dia 29 de outubro de 2014, o Cruzeiro venceu o Santos e praticamente garantiu vaga nas finais da competição, contra o Atlético ou o Flamengo. O Galo Carijó de Minas Gerias perdeu para o Mengão e vai precisar vencer o adversário tradicional por três gols para brigar pelo título inédito contra mineiros ou paulistas.
No Mineirão, na noite de quarta-feira passada, o Cruzeiro venceu o Santos por 1 a 0, no Mineirão, e ficou perto da vaga de finalista. o Gol da vitória do time mineiro foi de William, o Bigodinho de Arame, destaque no ataque cruzeirense no Brasileirão e também na copa do Brasil, aos 10 minutos do primeiro tempo e precisando apenas de um empate para se garantir na competição.  O Santos terá de ganhar do Cruzeiro por 1 a 0 para levar a disputa para os pênaltis ou vencer por dois gols para eliminar os azuis de Minas. Como a revanche será na Vila Belmiro, na Baixada Santista, na próxima quarta-feira, dia 5 de novembro, se perder de 2 a 1, o time de Marcelo Oliveira poderá se classificar também.
O Atlético perdeu do Flamengo de 2 a 0, no Rio, no Maracanã, na quarta-feira, dia 29de outubro, com gols de Caceres e de Chicão, cobrando pênalti, um em cada tempo. Com a diferença de dois gols beneficiando os cariocas, o Atlético de Levi Culpi terá de golear por mais de três gols contra o Mengão para passar às finais da Copa do Brasil. Vitória atleticana por 2 a 0, no Mineirão, também no dia 5 de outubro, próxima quarta-feira, leva a decisão da vaga para os pênaltis. Para ter a vaga direto, o Galo de Minas terá de vencer por três gols de diferença, como fez contra o Corinthians nas quartas de finais, É uma fé dos atleticanos que também conseguiram superar adversários  quando parecia sem chances e sua torcida criou o refrão “eu acredito” nos jogos em Belo Horizonte.
O Cruzeiro busca seu quinto título da competição. Foi campeão em 1993, 1996, 2000 e 2003. A Raposa ainda chegou à final de 1998, perdendo o título para o Palmeiras. Já o Galo busca sua primeira decisão do torneio. O Flamengo foi campeão em 1990, 2006 e 2013, enquanto o Santos ficou com o título em 2010. Cruzeiro e Grêmio são os maiores vencedores do torneio, com quatro títulos cada. Antes das partidas de volta da Copa do Brasil,  Cruzeir9o e Atlético vão jogar pelo Brasileirão’2014 no próximo domingo, dia 2 de novembro,  pela trigésima segunda rodada do Campeonato Brasileiro.  No Mineirão, às 17 horas, o Cruzeiro enfrenta o Botafogo como líder absoluto da competição nacional. E o Atlético vai a Curitiba e enfrenta o Atlético do Paraná, às 19h30m, no Estádio Arena do Furacão. Forza Cruzeiro e Atlético na disputa do Brasileirão’2014 e nas semifinais da Copa do Brasil…
| 1 Comentário

Atlético x Mengão e Cruzeiro x Santos são pelas semifinais da Copa do Brasil

As semifinais da Copa do Brasil de 2014 mostram nesta quarta-feira, dia 29 de outubro, os clássicos Cruzeiro x Santos, no Mineirão, e Flamengo e Atlético, no Maracanã, e a revanche será na outra quarta-feira, 5 de novembro, com a possibilidade de Galo e Raposa disputarem o título da competição, deixando a torcida mineira empolgada com tal disputa se confirmada. No Rio, no Maracanã, Luiz Flávio Oliveira, de São Paulo, será o  juiz responsável por dirigir o jogo entre Flamengo e Atlético, às 22h. Ele será auxiliado por Alessandro Matos, da Bahia, e por Emerson Carvalho, também de São Paulo.
Já a partida entre Cruzeiro e Santos, no Mineirão, no mesmo horário, terá trio carioca. Marcelo Lima Henrique no apito, auxiliado por Rodrigo Joia e Rodrigo Correa. Os jogos de volta estão definidos pela CBF para dia 5 de novembro.  Na rodada de volta, o Cruzeiro vai à Vila Belmiro decidir a vaga na final contra o Peixe, enquanto o Galo recebe o rubro-negro, no Mineirão. Clássicos sensacional e que vão mexer com as torcidas do Mengão, do Peixe, do Galo e da Raposa, podendo acontecer recordes de público e de renda.
O Cruzeiro busca seu quinto título da competição. Foi campeão em 1993, 1996, 2000 e 2003. A Raposa ainda chegou à final de 1998, perdendo o título para o Palmeiras. Já o Galo tenta a sua primeira decisão do torneio. O Flamengo foi campeão em 1990, 2006 e 2013, enquanto o Santos ficou com o título em 2010. Cruzeiro e Grêmio são os maiores vencedores da Copa do Brasil, com quatro títulos cada.
Na rodada de sábado passado, dia 25 de novembro, véspera da eleição presidência em segundo turno, o Atlético mostrou sua força dentro do Estádio Independência, em Belo Horizonte, ao vencer o Sport de Recife pela trigésima primeira rodada de virada depois de começar perdendo de 1 a 0 e chegou a ficar em segundo lugar mas acabou superado pelo São Paulo que  é o vice-líder atrás do Cruzeiro, que tem tudo para ser novamente o campeão brasileiro da temporada. O Cruzeiro  não passou de empate contra o Figueirense por 1 a 1 na rodada de sábado e agora está mais ameaçado pelo São Paulo, na corrida pelo titulo de 2014. O time de  Marcelo Oliveira chegou a fazer 1 a 0 e surgia como favorito mas acabou cedendo o empate ao Figueira aos 47 minutos do segundo tempo, frustrando sua torcida. Forza mineiros na corrida  pela Copa do Brasil e também o Brasileirão de 2014.
| Deixe um comentário

Cruzeiro e Atlético seguem no G-4 e encaram Copa do Brasil

Cruzeiro e Atlético não tiveram atuações brilhantes na trigésima rodada do Campeonato Brasileiro de 2014 mas conseguiram empatar, ambos de 1 a 1 com o Palmeiras  e o Bahia no MIneirão e na Fonte Nova, em Salvador, e seguem no G-4 da disputa nacional, como destaques e buscando vagas para a Libertadores da América. o Cruzeiro começou perdendo para o Porto Paulista mas chegou ao empate no final do jogo, aos 48 minutos do segundo tempo, e segue na liderança isolada do Brasileirão’2014 com  60 pontos ganhos e vantagem de sete pontos sobre o São Paulo, segundo colocado. Agora, vai jogar neste sábado, 25 de outubro, com Figueirense, fora de casa, às 16h20 e depois vai enfrentar o Santos pelas semifinais da Copa do Brasil. sonhando passar para as finais da competição, especialmente se for contra o Atlético também semifinalista da disputa da taça .
Já o Atlético que empatou com o Bahia, em Salvador, na última terça-feira,  e está em quarto lugar no Brasileirão’2014, com 51 pontos ganhos , entra na trigésima primeira rodada do Campeonato Brasileiro neste sábado, 25 de outubro, véspera do segundo turno das eleições, contra o Sport de Recife, no Estádio
Independência, em Belo Horizonte como favorito. E pensando nas semifinais da Copa do Brasil contra o Flamengo, no próxima quarta-feira, dia 29 de outubro, no Maracanã, no Rio, e também sonhando com o segundo jogo em Belo Horizonte, em 5 de novembro, em Belo Horizonte, tanto que já vai começar a vendas de entradas para o segundo jogo no Mineirão nesta sexta-feira, dia 24 de outubro, com ingressos a 100 e 50 reais.
Para o  jogo com o Sport de Pernambuco, o Galo não terá atacante Guilherme vetado pelo menos para os dois próximos jogos do Atlético, contra o Sport, neste domingo, pelo  Campeonato Brasileiro e contra o Flamengo, quarta-feira, pela semifinal da Copa do Brasil,  e também o artilheiro Diego Tardelli, expulso contra o Bahia, em Salvador. Reclamando dores na coxa direita Guilherme saiu de campo na Bahia e clinicamente foi constatado um estiramento. Ele aguarda o resultado dos exames para saber o grau da lesão e quanto tempo fica parado.“Fui dar um passe para o Luan e senti um desconforto”, explicou Guilherme. No início de agosto, ele também havia lesionado a mesma coxa. Forza Cruzeiro e Atlético no Campeonato Brasileiro e mais ainda na Copa do Brasil, ambos sonhando com o título nacional e com uma final da Copa do Brasil com clássico mineiro.  Arriba Cruzeiro e Atlético os dois maiores times brasileiros da atualidade…
| Deixe um comentário

Cruzeiro e Atlético brilham no Brasileirão’2014 e podem fazer final da Copa do Brasil

A força do futebol mineiro nesta temporada de 2014  está deixando as torcidas do Cruzeiro  e do Atlético empolgadas com os resultados e as possibilidades especiais de  os cruzeirenses e atleticanos serem dois favoritos para as vagas da Libertadores da América, o Cruzeiro poder chegar ao bicampeonato nacional e o Atlético ser campeão ou um dos melhores da temporada. Mais ainda: Cruzeiro e Atlético pode ser os finalistas da Copa do Brasil de 2014 por já terem vaga conquistada nas semifinais da competição brasileira. O Cruzeiro vai enfrentar o Santos, que eliminou o Botafogo, e o Atlético vai encarar o Flamengo e poder enfrentar o maior rival pelo título do torneio dos melhores times do Brasil. São performances que deixam atleticanos e cruzeirenses entusiasmados e sonhando coma briga pela Copa do Brasil e também chegarem nos primeiros lugares no Brasleirão’2014.
Antes de seguirem em frente na copa do Brasil, Atlético e Cruzeiro vão jogar  nesta terça-feira, dia21 de outubro, e na quarta-feira, dia22 de outubro.  O Galo Carijó enfrenta, nesta terça-feira, dia 21 de outubro, à noite o Bahia, na Fonte Nova, em Salvador, pela trigésima rodada da competição brasileira. Será às 21h50, em Salvador. O Galo Carijó vem de vitória de 1 a 0 sobre a Chapecoense  no sábado passado, em Belo Horizonte e antes conquistou a façanha de vencer o Corinthians de 4 a 1, no Mineirão, pela Copa do Brasil, passando às semifinais contra o Flamengo, quando após perder do Timão em São Paulo ir para a revanche em Minas e eliminar os paulistas em grande estilo, mostrando sua força e o poder da torcida atleticana em casa.
Nesta quarta-feira, dia 22 de outubro, à noite, o Cruzeiro vai receber o Palmeiras, em Belo Horizonte, no Mineirão, buscando a consolidação da liderança isolada  do Campeonato Brasileiro de 2014, brigando pelo bicampeonato nacional. O time vem de resultado de 1 a 0 sobre o Vitória, no Estádio Barradão, com gol de Dedé, recuperando-se de três derrotas seguidas contra o Corinthians(1 a 0) e Flamengo (3 a 0)  pelo Brasileirão e de 3 a 2 para o ABC pela Copa do Brasil e mesmo assim se classificando para as semifinais da disputa nacional. O Cruzeiro está em primeiro lugar com 59 pontos ganhos em 29 rodadas e tem 18 vitórias, 52 gols a favor e saldo de 22 gols. Viva o futebol mineiro que brilha em 2014 com os cruzeirenses e atleticanos no G-4 do Brasileirão’2014 e vão disputar as semifinais da Copa do Brasil, podendo fazerem a final, em inédita disputa nacional. Viva o futebol mineiro…
| Deixe um comentário

Atlético goleia Timão e vai encarar o Mengão

Uma fé inabalável do Atlético na sua força e na capacidade de reagir e superar todas dificuldades voltaram a levar o Galo Caijó à repetir as façanhas da Copa Libertadores da América nesta quarta-feira, dia 15 de outubro, no Mineirão, e o time do Galo Carijó se classificar para as semifinais da Copa do Brasil para enfrentar o Flamengo pela chance de disputar as semifinais de 2014. O “eu acredito” embalou o Atlético na luta pelo título da Copa Libertadores e, nesta quarta-feira, empurrou o time mineiro para uma improvável classificação à semifinal da Copa do Brasil.No Mineirão, com total apoio da torcida, o Atlético goleou o Corinthians em um espetacular 4 a 1, de virada, e avançou com um  placar agregado de 4 a 3. Em São Paulo, havia perdido por 2 a 0.Guilherme foi o craque do jogo, fazendo três gols (um deles foi anotado pelo juiz para Luan, erroneamente). Guerrero tentou ajudar Cássio a salvar o Corinthians, mas acabou desviando, com as costas, o cabeceio errado de Edcarlos, que se transformou no gol da vitória aos 42 minutos do segundo tempo.
O 4 a 1 em BH garantiu o primeiro triunfo do Atlético sobre o Corinthians em sete mata-matas em competições oficiais. Na próxima fase, o time mineiro encara o Flamengo, que eliminou o América-RN.Pelo Brasileirão, os dois times jogam no fim de semana. O Corinthians enfrenta o Inter, domingo, às 16h, em Porto Alegre. O Atlético joga neste sábado,dia  18 de outubro, às 21h, diante da Chapecoense, no Independência, em Belo Horizonte.
Em desvantagem por conta do placar do jogo em São Paulo, o Atlético resolveu arriscar e escalar Diego Tardelli como titular cinco horas depois de ele voltar ao Brasil de uma longa viagem desde Cingapura. Seus colegas corintianos de seleção, Elias e Gil, ficaram no banco – o volante ainda entrou no segundo tempo.A negociação com a federação peruana foi mais fácil e Guerrero foi dispensado de pegar a Guatemala, na terça, ficando com o elenco corintiano. E foi do atacante o gol que parecia matar a partida. Aos 4 minutos, ele aproveitou o erro de Jemerson, ganhou do jovem zagueiro na corrida e no corpo e bateu na saída de Victor.O gol corintiano exigia que o Atlético fizesse quatro para avançar. O cenário fez o jogo ficar aberto, dinâmico.
Eis a ficha técnica da classificação do Atlético em cima do Timão Paulista:
ATLÉTICO 4 X 1 CORINTHIANS
,
LOCAL – Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).
GOLS – Guerrero, aos 4, Luan, aos 23, e Guilherme, aos 31 minutos do primeiro tempo; Guilherme, aos 29, e Edcarlos, aos 42 minutos do segundo tempo.
ÁRBITRO – Leandro Pedro Vouaden (Fifa/RS).
CARTÕES AMARELOS – Jemerson (Atlético-MG) e Guilherme Andrade (Corinthians).
RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.
ATLÉTICO – Victor; Marcos Rocha, Edcarlos, Jemerson e Douglas Santos; Leandro Donizete (Josué), Dátolo e Guilherme; Luan (Maicosuel), Diego Tardelli (Marion) e Carlos. Técnico – Levir Culpi.
CORINTHIANS – Cássio; Fagner, Felipe, Anderson Martins e Fábio Santos; Guilherme Andrade (Elias), Bruno Henrique, Petros e Renato Augusto (Danilo); Malcom (Luciano) e Guerrero. Técnico – Mano Menezes.
| Deixe um comentário

Atlético e Cruzeiro decidem vagas na Copa do Brasil nesta quarta-feira, dia 15 de outubro

Atlético e Cruzeiro decidem nesta quarta-feira, dia 15 de outubro, as vagas para as semifinais da Copa do Brasil da temporada. São dois jogos complicados para os dois clubes mineiros de maior expressão terem uma maratona de partidas  seguidas e ambos enfrentarem problemas de contusão, de indisciplina e outros que se misturam quando os dois estão sonhando com o título do Brasileirão’2014 e simultaneamente a Copa do Brasil. A situação mais complicada é do Cruzeiro, campeão brasileiro atual e líder absoluta do Brasileirão’2014, com seis pontos de vantagem sobre o segundo colocado, o Internacional de Porto Alegre. Acontece que o Cruzeiro ficou desfalcado de seus principais atacantes, Ricardo Goulart machucado e Everton Ribeiro, servindo a Seleção Brasileira na viagem pela Ásia. Dagoberto e Júlio Batista estão de fora também e o técnico Marcelo Oliveira deverá manter, basicamente, a mesma formação da derrota estranha de 3 a 0 para o Flamengo no domingo, no Maracanã.
O jogo da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, ás 22 horas, na Arena das Dunas, contra o ABC do Rio Grande do Norte, terá ainda a questão de os jogadores terem viajado do Rio depois da derrota para o Mengão para Natal e sobrar pouco tempo para treinos e adaptações. Como joga pelo empate e o adversário não chega a assustar muito, o Cruzeiro pode ser apontado como favorito. No domingo, como líder, o Cruzeiro viaja para a Bahia e enfrenta o Vitória, em Salvador, pela vigésima nona rodada do nacional. Tem de vencer para aumentar sua vantagem sobre os concorrentes e não correr riscos na luta pelo bicampeonato brasileiro.
Já o Galo Carijó recebe o Corinthians, no Mineirão, na noite desta quarta-feira, dia 15 de agosto,  e precisa se superar como já aconteceu em outras competições. Perdeu de 2 a 0 do Timão em São Paulo na partida de ida e agora tem de vencer pelo mesmo placar para ir para a decisão da vaga da Copa do Brasil nos pênaltis ou vencer de três gols para passar direto para as semifinais. Uma esperança da torcida para o Galo eliminar o Corinthians em Belo Horizonte, é a possibilidade de Diego Tardelli chegar a tempo de ser escalado para comandar o ataque. Sem ele, o Galo venceu o São Paulo no domingo passado, com gol de Luan, o Menino Maluquinho.
Tardelli que fez dois gols contra a Argentina em Pequim,  pode até jogar mas é complicado. A diretoria do Atlético montou um esquema nos bastidores para contar com o atacante Diego Tardelli para a partida desta quarta-feira, contra o Corinthians, às 22h, no Mineirão, valendo vaga nas semifinais da Copa do Brasil.
Se não houver atrasos nos voos, ele chegará a São Paulo às 16h30. Um jatinho estará esperando o artilheiro após o desembarque na capital paulista, E vem diretamente a Belo Horizonte. Ele deve estar com a delegação até as 18h.
Tardelli estava servindo a seleção brasileira em dois amistosos na Ásia. No sábado, fez os dois gols na vitória por 2 a 0 sobre a Argentina, na China. Nesta terça, deu uma assistência para um dos gols de Neymar na goleada por 4 a 0 em cima do Japão, em Singapura, e esteve em campo por 65 minutos.
Ele embarca às 1h40 (hora local) de Singapura para Dubai. De lá vai para São Paulo. O jogador chegará em BH cansado por conta das longas viagens. Mesmo assim, deverá atuar contra o Corinthians. Forza Cruzeiro, Atlético e Diego Tardelli.
| 1 Comentário

Neymar faz quatro gols no Japão e entra para história do futebol do Brasil

Com quatro gols contra o Japão, em Cingapura, Neymar, ex-Santos e atual estrela do Barcelona de Messi e cia, foi o destaque da Seleção de Dunga. Se há um adversário que Neymar rende muito bem é a seleção do Japão. Nesta terça-feira, em Cingapura, o atacante melhorou sua marca diante do time asiático. Neymar marcou quatro gols e foi o principal nome na goleada do Brasil por 4 a 0 do Brasil no amistoso no Estádio Nacional de Cingapura.
O atacante de 22 anos soma quatro vitórias em quatro jogos contra o Japão. Mais: são oito gols marcados pelo atacante diante da seleção japonesa. O talento de de Neymar nesta terça foi completo e empolgou a torcida de Cingapura e também os telespectadores e internautas de todo mundo. Fez  gol driblando o goleiro, gol em velocidade, com a perna esquerda e de cabeça.
A seleção fecha turnê asiática com 100% de aproveitamento nos jogos contra Japão e Argentina. A vitória em Cingapura mostra o bom recomeço de Dunga  à seleção. O treinador venceu os quatro jogos no comando do time (Equador, Colômbia, Argentina e Japão), sem nenhum gol sofrido. A seleção brasileira foi pouco ameaçada no 1º tempo. Ao contrário da Argentina, o Japão apresentou baixo rendimento técnico. As principais chances de gol surgiram dos pés de Neymar. No primeiro lance de perigo, aos 16min, o atacante finalizou na trave. Um minuto depois, Neymar colocou o Brasil à frente no placar. Ele recebeu belo passe de Tardelli e ficou na frente do goleiro Kawashima. Neymar superou o goleiro antes de finalizar.
A jogada do segundo gol do Brasil parecia replay do primeiro feito por Neymar. O camisa 10 surgiu livre, recebendo passe preciso de Coutinho. Desta vez, Neymar preferiu chutar na saída do goleiro. Ele quase marca o seu terceiro na partida após passe de Everton Ribeiro. O chute, porém, tocou a rede pelo lado de fora.
Com o jogo definido, Dunga promoveu várias alterações. Kaká entrou e já participou do gol de Neymar, o terceiro do jogo. Minutos depois novamente Kaká acionou Neymar, que, de cabeça, fez o seu quarto gol na partida.O melhor do jogo, Neymar não só brilhou em campo com 4 gols. Além disso, deu passes açucarados para Robinho. e fez a torcida asiática vibrar com suas jogadas, dribles e lançamentos. Uma aula de bom futebol.O posicionamento foi o mesmo especialmente de Neymar e Tardelli que se movimentaram em velocidade, confundindo o rival.
Ficha técnica:
BRASIL X JAPÃO
Dia 14/10/2014 (terça-feira)
No Estádio  Nacional de Cingapura, em Pequim (China)
Árbitro: Ahmad A’Qashah (Cingapura)
Auxiliares: Lim Kok Heng e Ong Chai Lee (Cingapura)
Gols: Neymar, aos 17min do primeiro tempo, aos 3min, 32min e 36 min do segundo tempo
Brasil– Jefferson; Danilo (Mário Fernandes), Miranda, David Luiz e Filipe Luis; Elias (Kaká), Luiz Gustavo (Souza), Oscar (Philippe Coutinho) e Willian (Everton Ribeiro); Neymar e Diego Tardelli (Robinho).Técnico: Dunga
Japão– Kawashima; Sakai, Shiotani, Morishige e Ota; Tagushi, Tanaka, Morioka (Honda) e Shibasaki; Kobayashi (Muto) e Okazaki
Técnico: Javier Aguirre.
| Deixe um comentário