Show agora é com a Jabulani rolando na África

Desmond Tutu, destaque da abertura da Copa

A festa de abertura da Copa de 2010, no Orlando Stadium, em Sowetto, foi espetacular e dentro do clima que se esperava para a primeira Copa na África, desde a procissão de tambores emocionante até  o Black Eyed Peas encerrando sua apresentação com  o hit ” I Gotta Feeling”.  A festa foi bonita e mostrou o talento africano, a variação dos estilos e um verdadeiro caldeirão musical e cultural, mas hoje é hora da Jabulani rolar e, como diz o velho refrão, que vença o melhor…

A abertura para valer será com África do Sul e México, a partir de 11 horas, em Joanesburgo,  e às 15h30, Uruguai e França, duelo de grandes campeões mundiais no passado, na bela Cidade do Cabo. Uma competição que é o maior espetáculo da terra e que se tornou a maior atração do show-business internacional. É a 19ª Copa do Mundo e nos 64 jogos será conhecido o melhor do mundo entre as 32 seleções nacionais de todo planeta com 736 craques e poerebas prontos para jogar. .

O Brasil estréia na terça-feira, dia 15,  às 15h30,  em Joanesburgo, contra a Coréia do Norte e é o pais que lidera nos números e nas conquistas na maioria dos itens citados pela Fifa em seu sítio na Internet.

Eis alguns destaques brasileiros:

 A Seleção Brasileira é a melhor  desde a Copa de 1930, no Uruguai, e busca agora na 19ª edição, o hexacampeonato mundial. Única seleção nacional que  jogou  todos os 18 mundiais até 2010, o  Brasil tem mais títulos (5), mais finais disputadas (7), ao lado da Alemanha, o maior artilheiro da história das Copas (Ronaldo, com 15 gols), o único jogador tricampeão em 1958, 1962 e 1970 (Pelé), além de ser o país com mais jogos, vitórias e gols na história das Copas.

 O confronto entre Brasil e Suécia é o que mais aconteceu na história das Copas. As duas seleções já se enfrentaram 7 vezes, uma  na final de 1958, quando a Seleção Brasileira conquistou o título, na Suécia, com vitória de 5 a 2.

 Campeã com 100% de aproveitamento em 2002, a Seleção Brasileira venceu seus quatro primeiros jogos na Copa de 2006 e alcançou a maior sequência de vitórias na história das Copas: 11 jogos. A derrota para a França, nas quartas-de-final na Copa da Alemanha, em 2006,  encerrou a série.

 O time do Brasil tem também a maior invencibilidade em Copas, com 13 jogos sem derrotas, entre as Copas de 1958 e 1966. Pelé foi o jogador mais jovem a marcar um gol em Copas (17 anos e 239 gols) e também a ser campeão (17 anos e 249 dias), na Copa de 1958.

Uma curiosidade: o Brasil ganhou quatro vezes o Troféu Fair Play (Jogo Limpo), desde que ele foi criado, em 1978. Nas Copas de 1982, 1986, 1994 e 2006, a Seleção Brasileira foi a que menos levou cartões. Vejam as campanhas do Brasil desde a copa de 1930, no Uruguai, até agora na Copa da África: 1930 – Primeira Fase (6º lugar);1934 – Oitavas-de-final (14º lugar);1938 – Semifinal (3º lugar);1950 –  Final (2º lugar); 1954 – Quartas-de-final (7º lugar);1958 – Final (1º lugar);1962 – Final (1º lugar); 1966 – Primeira fase (11º lugar); 1970 – Final (1º lugar);1974 – Segunda fase(4º lugar);1978 – Segunda fase (3º lugar);1982 – Segunda fase (5º lugar);1986 – Quartas-de-final (5º lugar);1990 – Oitavas-de-final (9º lugar); 1994 – Final (1º lugar); 1998 – Final (2º lugar);
2002 – Final (1º lugar)e 2006 – Quartas-de-final (5º lugar).

Resumo: 92 jogos, 64 vitórias, 14 empates, 14 derrotas, 201 gols pró, 84 gols sofridos

Quem mais jogou: Cafu (1994, 1998, 2002 e 2006), 21 jogos

Maior artilheiro:Ronaldo (1994, 1998, 2002 e 2006), 15 gols

Melhor momento em Copas: De todos os cinco títulos, talvez o que mais ficou marcado na história da Seleção Brasileira foi o tri na Copa de 1970. Com uma seleção repleta de craques, como Pelé, Rivelino, Tostão, Gérson e Jairzinho, o Brasil venceu todos os seus seis jogos e goleou a Itália na decisão (4 x 1). De quebra, conquistou definitivamente a Taça Jules Rimet.

Pior momento em Copas: A participação brasileira na Copa do Mundo de 1966 foi uma das piores em sua história. Depois de conquistar as Copas de 1958 e 1962, o Brasil chegou à Inglaterra para buscar o tri e acabou eliminado logo na primeira fase. Depois de vencer a Bulgária na estréia (2 x 0), a Seleção perdeu para Hungria e Portugal, ambos por 3 x 1, e acabou desclassificada precocemente.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s