Argentina prova que é melhor e leva a Coréia do Sul

Messi não marcou, mas foi o destaque do jogo

A Argentina de Lionel Messi, de Martim Palermo e mais ainda, de Diego Armando Maradona provou, em grande estilo, que é a melhor seleção da Copa de 2010, na África do Sul, nesta primeira fase que está terminando com poucos craques, um futebol fraco  e muita confusão, presepadas e mais decepções que alegrias. Com a vitória de 2 a 0 sobre a Grécia, a Argentina confirmou o favoritismo e comprovou que tem tudo para passar das oitavas de final, quando enfrenta o México.  E ainda levou a Coréia do Sul que empatou de 2 a 2 com a Nigéria, para a segunda fase, quando enfrenta o Uruguai, primeiro colocado do Grupo A. Uma beleza…

Os gols da Argentina foram de Demichelis, zagueiro, depois de jogada de bola parada. Ele cabeceou, a bola bateu no artilheiro Milito e o número dois argentino fez o primeiro gol. O segundo gol  foi do ídolo Martin Palermo, goleador do Boca Juniors, uma aposta de Maradona contra boa parte dos críticos e dos torcedores não boquenses, depois de grande jogada de Lionel Messi, que voltou a não fazer gol mas jogou normalmente e convenceu aos que achavam que ele só era craque com a camisa do Barcelona FC. Como bem disse Juan Pablo Sorín, o Juampi, Messi  vai fazer gols na hora certa e levar os argentinos ao tri mundial. Futebol e jeito tanto de Messi como de Maradona e seu time sensacional, certamente não vão faltar. O Brasil de Dunga e seus anõezinhos que se cuidem. Os hermanos de Buenos Aires também estão com tudo e não estão prosas. Uma beleza sul-americana…

Mesmo com a maioria de reservas mas comandado pelo talento e a tranquilidade de Messi, o melhor do mundo, a Argentina venceu a Grécia por 2 a 0, nesta terça-feira, no Estádio Peter Mokaba, em Polokwane, fechando a terceira rodada do Grupo B, e terminou como líder da chave  B da Copa do Mundo, com 100% de aproveitamento e muito futebol.

O jogo de oitavas de final de Argentina e México, dia 27 de junho, às 15h30, em Johanesburgo, uma repetição daquele da  Copa  da Alemanha’2006,  quando os argentinos venceram os mexicanos por 2 a 1, na prorrogação.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s