Empate pífio mantém Atlético na zona de rebaixamento

Daniel Carvalho foi expulso em sua estreia diante do Avaí

O empate pífio e sem brilho do Atlético, neste sábado, dia 24 de julho, contra o Avaí, em Santa Catarina, foi considerado até heróico pelos eternos otimistas e fanáticos pelo Galo Carijó da Colina de Lourdes, mas o 0 a 0 no Estádio Ressacada, em Florianópolis,  não convenceu a massa atleticana e nem tirou o time alvinegro de Belo Horizonte da execrável zona de rebaixamento. O Galo Mineiro segue na turma dos que seriam eliminados para a Segunda Divisão, se a competição fosse encerrada hoje.

Com apenas 10 pontos ganhos, em 11 rodadas, o Atlético só teve até agora três vitórias, um empate e sete derrotas. Marcou apenas 14 gols, média de 1,2 por partida, e sua defesa levou 21 gols, com média de 1,9 por disputa, ficando entre as piores da competição e amargando a mais fraca participação atleticana desde que o Brasileirão passou a ser disputado pelo sistema de pontos corridos.

O empate na Ressacada acendeu o sinal vermelho para Vanderlei Luxemburgo e seus comandados e deixou a torcida atleticana decepcionada mais uma vez. O resultado foi medíocre e não se justifica a euforia de parte da mídia de Minas que considerou  o 0 a 0 como importante já que o Atlético terminou o jogo com nove jogadores e esteve perto de ser derrotado pelo time catarinense.

As expulsões do estreante Daniel Carvalho e do novato Neto Berola foram criticadas e reclamadas pelos atleticanos e o técnico Luxemburgo chegou  a justificar o resultado como  uma “perseguição do juiz” a ele e a seus comandados. “O juiz Sérgio Corrêa, que comanda a arbitragem mais uma vez, é incompetente e não gosta de mim. Ele não representa nada no futebol brasileiro. O juiz foi rigoroso e  nos prejudicou. No máximo, seria dois cartões amarelos e nada mais. Ele deu cartões vermelhos e acabamos perdendo dois pontos”, disse Luxemburgo.

Agora, o  Atlético vai  enfrentar o Cruzeiro no próximo domingo, às 18h30, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, e tenta vencer o tradicional rival mineiro para tentar escapar da faixa dos eliminados. Será o primeiro clássico na Arena do Jacaré e também para o goleiro Fábio costa, ex-Santos, que  foi o melhor em campo e evitou nova derrota dos mineiros contra o Avaí em Santa Catarina. O final de semana terá ainda outros clássicos regionais importantes como Internacional e Grêmio, no Baira-Rio; Palmeiras e Corinthians, em São Paulo;  e Flamengo e Vasco, no Maracanã.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s