Celso Roth e goleador são consolos de Minas

Roth leva o Inter ao bi da Libertadores

O Internacional é bicampeão da Libertadores e candidato ao bicampeonato mundial de clubes  depois da vitória, novamente de virada como no jogo de ida no México,  sobre o Chivas de Guadalajara no Estádio Beira-Rio na madrugada desta quinta-feira, dia 19 de agosto de 2010,  e está nas manchetes de todos noticiários e de todas mídias do mundo inteiro, mas em Minas além de registrar o título dos gaúchos, se conseguiu, como sempre, encontrar uma participação “mineira” e “belo-horizontina” para tentar puxar  o feito dos colorados do Beira-Rio na disputa continental. Um espanto…

Os atleticanos, que nunca chegaram a disputa do título da Copa Libertadores e estão sonhando acordados com a possibilidade que existe agora na Copa Sul-Americana de ter uma vaga para competir em 2011, estão lembrando, mesmo constrangidos, que Celso Roth comandou o alvinegro da Colina de Lourdes, já os cruzeirenses não deixam por menos e estão vibrando e destacando que o atacante azul é o goleador da disputas das três América. Não é errado e nem mentira, mas nos dois casos é a velha formação de barra dos apaixonados torcedores e das mídias que só querem apontar  grandes performances de “mineiros e belo-horizontinos”, quando Galo e Raposa não vão bem na temporada nacional e internacional.

Celso Roth veio para o Atlético em 2009,  depois que Emerson Leão perdeu o título mineiro para o Cruzeiro. Leão tinha sido contratado em dezembro anterior, substituindo Marcelo Oliveira, que foi dispensado pela diretoria ao fim do Brasileirão.’2008 Na época, Celso Roth já era um nome forte para assumir o Galo, mas renovou seu contrato com o Grêmio e a contratação se tornou inviável.Leão comandou o Atlético em 23 jogos na temporada, contando com o torneio amistoso de verão, no Uruguai. Foram ao todo 15 vitórias, quatro empates e quatro derrotas, três delas contra o arquirrival Cruzeiro. Foi afastado intempestivamente e Celso Roth chegou como salvador da pátria alvinegra. Em 5 de abril de 2009, após perder mais um Grenal, Celso  foi demitido do Grêmio e em 4 de maio de 2009 foi contratado pelo Atlético para o lugar de Leão.

Mas como Leão, Celso Roth não aguentou a pressão no Atlético.  Depois da quinta derrota  consecutiva no Campeonato Brasileiro acabou demitido e  foi contratado Vanderlei Luxemburgo. O incrível foi que Roth tinha sido considerado o melhor treinador Brasil no brasileirão anterior. Roth foi parar no Internacional e ganhou o título da Libertadores da América se tornando herói no Sul, enquanto Luxemburgo é questionado no Atlético.

No Cruzeiro, o consolo especial foi que mesmo com o time azul sendo eliminado da decisão da Libertadores da América, perdendo do São Paulo nas quartas de final, o atacante Thiago Ribeiro acaba a competição como goleador com oito gols, superando Fernández, do Alianza de Lima, e Kléber, que também jogava no time azul, ambos com sete gols, enquanto Giuliano, o talismã do Internacional, ficou com seis gols. E assim, os clubes mineiros ficaram com um consolo na Libertadores de 2010. Quem sabe se ano que vem, se conseguirem classificação, vão ter mais a comemorar internacionalmente.

Já o Internacional mostrou todo seu poderio e Celso Roth sua estrela. Não foi fácil como se previa já que o Colorado venceu o Chivas de 2 a 1, de virada, no México. Mas, após sair perdendo para o Chivas, o Inter venceu também de  virada por 3 a 2  e garantiu o bicampeonato da Libertadores – o primeiro título veio em 2006 -, para delírio da torcida vermelha que lotou o  Beira-Rio e segue festejando a grande conquista internacional..

O Inter precisava só de um empate e tentou vencer até levar o gol e ficar em situação desesperadora.   Marco Fabián fez um golaço de voleio e a torcida do Inter ficou calada e a reação só veio com a  virada dos colorado sensacional. Rafael Sobis aproveitou  cruzamento de Kléber e desviou para o fundo do gol empatando a decisão. Novamente em vantagem, o Inter partiu para a busca da vitória nos contra-ataques. Com Leandro Damião e Giuliano  fez 3 a 1 e só restou aos mexicanos mais um gol que não mudou a história do jogo e nem o título dos gaúchos. Internacional 3, Chivas 2.O Inter se iguala ao rival Grêmio, além de Santos e Cruzeiro, como bicampeão da América. O São Paulo tem três títulos conquistados. Palmeiras, Flamengo e Vasco têm um. Agora, o Inter vai disputar o título mundial de clubes, com possibilidade de ser bicampeão interclubes. Viva o Colorado gaúcho.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Celso Roth e goleador são consolos de Minas

  1. Aldemário Filho disse:

    É impressionante o aproveitamento dos grandes times gaúchos em competições internacionais e nacionais. Juntos já ganharam 2 mundiais, 4 libertadores, 5 brasileiros, 5 copas do Brasil, além de outros torneios e competições de menor valor, como a Copa sul-americana e recopa sul-americana.
    Os torcedores gaúchos com certeza sentem um orgulho danado de seus clubes, os mais competitivos do Brasil, bem diferentes de nós mineiros, já que raramente um dos nossos times ganham campeonatos importantes e a cada ano vão ficando mais fracos, resultado da incompetência dos dirigentes, acobertados por uma imprensa conivente em sua maior parte.

  2. Rogerio Perez disse:

    Caro Aldemário, é isso mesmo. A dupla Gre-Nal é mais um exemplo de como se pode usar, positivamente, a rivalidade dos clubes e fazer o futebol de uma cidade, uma região e um Estado crescer e se impor regional, nacional e internacionalmente. Basta lembrar que os dois clubes têm estádios próprios – o Olímpico e o Beira-Rio – enquanto aqui em Minas, lamentável, ficam dependendo de governos municipais, estadual e até federal. E o resultado é a situação atual de não se ter jogos em BH e na Região Metropolitana. Aqui, só se quer proibir, limitar e a turma do doutor-não-gost-o-doutor-não-quer se esbalda e vai impondo a cada jogo um novidade. só falta proibirem a bola. Cruz credo. RP

  3. Alex Dias disse:

    Perez,
    Fico triste por ver o futebol mineiro estar se distanciando “velozmente”
    do gaúcho em relação a títulos conquistados.
    Já era para o Galo ter mais títulos brasileiros e o Cruzeiro pelo menos
    um mundial já que a raposa está sempre na libertadores.
    Vemos o caso do Juventude: já foi campeão da Copa do Brasil!
    Nem o Galo conquistou isso. Nem chegar na final..E olha que sou atleticano…
    Quanto a estádios próprios acho que isso nunca irá acontecer pois senão teremos
    um enorme elefante branco (que ficará maravilhoso) ficar sem utilidade…
    Atlético e Cruzeiro tem torcidas enormes, de massa e lotam estádios de 70 mil
    tranquilamente…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s