Cruzeiro firme, Atlético ladeira abaixo

Mais próximo da Libertadores, Cruzeiro mira o título

O Cruzeiro fez 3 a 0 no Atlético de Goiás e manteve o terceiro lugar do Campeonato Brasileiro de 2010 com possibilidade de seguir brigando pelo título brasileiro e por vaga na Libertadores da América de 2011, enquanto o  Atlético foi ao Castelão, em Fortaleza, e não passou de empate de 0 a 0, quando precisava vencer a todo custo, para tentar escapar da zona de rebaixamento. Agora, o campeão mineiro está em situação ainda mais desesperadora, como penúltimo colocado, com apenas 22 pontos ganhos, precisando vencer sete dos 12 jogos que faltam até a decisão do Brasileirão’2010.

Em Fortaleza, em partida válida pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Atlético não saiu do zero contra o Ceará, nesta quarta-feira, no Estádio Castelão. Com o resultado, na capital cearense, o Galo chegou a 22 pontos e permanece em 19º lugar. A expectativa dos atleticanos era o Galo vencer e começar uma arrancada para escapar da  zona de rebaixamento. Mas nem a escalação de  novos jogadores na defesa e uma promessa de gols e de vitórias foram suficientes. Esqueceram de avisar os adversários do Ceará, que tinham perdido de goleada do Avaí e precisavam de um bom resultado para acalmar a torcida.  Na próxima rodada, o adversário do campeão mineiro é o Atlético-GO, sábado, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia.

Para a torcida alvinegra lembrar mais esse fracasso atleticano,  eis a ficha técnica do segundo jogo sob o comando do técnico Dorival Junior que substituiu Vanderlei Luxemburgo:

CEARÁ 0 x 0 ATLÉTICO

26ª rodada do Campeonato Brasileiro – Data: 29/9/2010

Estádio: Castelão em Fortaleza (CE)

Público: 11.198 e Renda: R$ 100.136,00

Juiz: Sandro Meira Ricci (DF). Bandeiras: Ednilson Corona (Fifa-SP) e Fábio Pereira (TO)

Ceará- Michel Alves; Boiadeiro ,  Diego Sacoman (Pablo), Anderson e Vicente; Michel, João Marcos, Heleno e Geraldo (Misael); Magno Alves (Camilo) e Marcelo Nicácio. Técnico: Dimas Filgueiras.

Atlético – Renan Ribeiro; Diego Macedo, Réver, Werley e Eron; Alê, Fillipe Soutto, Zé Luis e Diego Souza; Daniel Carvalho (Ricardo Bueno) e Obina (Neto Berola). Técnico: Dorival Júnior.

Para o Cruzeiro, a vitória na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, demonstrou que o técnico Cuca vai encontrando a formação ideal e vai continuar atrás de Corinthians e Fluminense  que são os favoritos para a conquista do titulo da temporada. Depois da vitória que superou o trauma da goleada de 4 a 1 sofrida contra o Santos, na Arena Barueri,  o técnico Cuca  disse, na Arena do Jacaré, que os 3 x 0 sobre o Atlético-GO, nesta quarta-feira, reafirmaram o Cruzeiro como candidato ao título do Campeonato Brasileiro. Depois de nove jogos sem perder, o time celeste foi derrotado por três gols de diferença, o que para Cuca poderia ser um obstáculo na campanha de recuperação que o Cruzeiro faz no Brasileiro. Este jogo, ou nos levava de novo em busca de algo maior, ou nos tirava a confiança. Depois que você toma uma goleada, o jogo seguinte é sempre muito perigoso. O pessoal absorveu bem o que eu falei lá, assimilou bem o golpe, porque o campeonato é assim mesmo. Temos que continuar da mesma forma para vencer sábado, disse Cuca.

Cuca gostou do Cruzeiro ter superado a retranca do Atlético de Goiás no primeiro tempo e elogiou o jogo pelas laterais adotado pelo time azul. “O principal ponto foi jogar com naturalidade, objetividade e pelos lados do campo. A gente sabia que ia ser bastante marcado, o adversário tinha cinco jogadores no meio e nós fizemos duas duplas pelos lados. Diego Renan, depois Pablo, e Everton pelo  setor esquerdo, Rômulo e Thiago, depois Wallyson, pelo direito”, explicou o treinador.

Cuca anotou a queda de ritmo do Cruzeiro no segundo tempo, mas justificou pela maratona de 12 jogos nos últimos 39 dias. A vitória deixou o Cruzeiro  com 47 pontos ganhos e mais perto na briga pelo titulo do Campeonato Brasileiro. O time azul terminou a 26ª rodada a quatro pontos do Fluminense, que tem 51, e a apenas um do Corinthians, com 48. São também seis pontos de vantagem para Internacional, Atlético-PR e Botafogo.

O técnico Cuca voltou a contar nesta quarta-feira com o volante Henrique, que cumpriu suspensão na derrota para o Santos. Já o lateral-direito Jonathan reclamou de cansaço muscular e foi cortado. Rômulo ocupou o setor direito da defesa.  O Cruzeiro agora joga neste sábado, às18h 30, contra o Atlético-PR, também em Sete Lagoas.

Eis a ficha da vitória do Cruzeiro na volta a Sete Lagoas, na Arena do Jacaré:

CRUZEIRO 3 x 0 ATLÉTICO-GO

26ª rodada do Campeonato Brasileiro – No Estádio Arena do Jacaré, em Sete Lagoas

Data: 29/09/2010 (quarta-feira)

Juiz: Wilson Seneme (Fifa-SP)
Público: 10.869 pagantes
Renda: R$ 135.894,50
Gols: Cláudio Caçapa, aos 30 m, e Montillo, aos 44 m do primeiro tempo; Wallyson, aos 42 m do segundo tempo

Cruzeiro-Fábio; Rômulo, Cláudio Caçapa, Edcarlos e Diego Renan (Pablo); Fabrício, Henrique, Everton e Montillo (Roger); Thiago Ribeiro (Wallyson) e Farías.Técnico: Cuca

Atlético-GO-Márcio; Victor Ferraz, Gilson, Daniel Marques e Chiquinho; Agenor, Pituca (Juninho), Robston, Diguinho (Anaílson) e William; Marcão. Técnico: René Simões

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s