Messi acaba com invencibilidade do Brasil

Messi faz a diferença e Argentina vence Brasil

Um gol de Lionel Messi, no fim do clássico internacional de brasileiros e argentinos, decretou a primeira derrota da Seleção Brasileira na Era de Mano Menezes e o fim de uma serie de cinco anos de invencibilidade do Brasil diante da Argentina. A partida em Doha, no Catar, marcou a volta de Ronaldinho Gaúcho ao time da CBF e a Seleção Brasileira foi derrotada por 1 a 0 pela Argentina, em Doha, no Catar. No último lance da partida, novamente  Lionel Messi brilhou com um golaço que mostrou toda sua categoria e técnica. Ele arrancou em um contra-ataque rápido, enganou a marcação da defesa brasileira e definiu um jogo sem grandes emoções e  que se encaminhava para 0 a 0 sem maiores dramas para os treinadores, jogadores e torcedores.

O Brasil, que vinha de  três vitórias com Mano Menezes e ainda não tinha levado um gol, perdeu também invencibilidade de cinco jogos contra a Argentina. A última derrota havia acontecido em 8 de junho de 2005, pelas Eliminatórias da Copa : 3 a 1 para os argentinos em Buenos Aires. Ronaldinho não jogava pela Seleção desde abril de 2008.

O jogo de brasileiros e argentinos começou bem movimentado e o primeiro tempo mostrou duas seleções acertaram duas bolas na trave e aconteceu um lance com os hermanos cobrando um pênalti dentro da área brasileira que o juiz não marcou. Brasil e Argentina seguiram sem grandes jogadas e lances de gol no segundo tempo, ate que Lionel Messi provou a razão para ser o melhor do mundo e marcou o gol da vitória argentina.

Eis a ficha da vitória dos argentinos sobre os brasileiros no ultimo jogo FIFA de 2010.

Argentina 1, Brasil 0

Local – Khalifa Stadium, em Doha (Catar)

Juiz Abdalá Balideh (Catar)

Gol: Lionel Messi, aos 47min do segundo tempo

Brasil- Victor; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e André Santos; Lucas; Ramires (Jucilei) e Elias; Ronaldinho (Douglas); Neymar (André) e Robinho
Treinador: Mano Menezes

Argentina- Romero; Zanetti, Burdisso, Pareja e Heinze; Banega e Mascherano; Messi, Pastore (D’Alessandro) e Di María; Higuaín (Lavezzi)
Treinador: Sergio Batista

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s