Atlético ia golear, ficou só no empate

A previsão dos analistas, críticos, dirigentes e torcedores alvinegros era de vitória fácil e até se fazia contas de uma goleada histórica para o alvinegro da Colina de Lourdes assumir a liderança do Campeonato Mineiro de 2011, superando o rival Cruzeiro na saldo de gols.  Só que esqueceram, como dizia Garrincha, de combinar com o time do Zebu do Triângulo Mineiro. O resultado foi um empate pífio e injusto para o adversário, que foi melhor durante todo o jogo e merecia vencer no jogo de abertura da  oitava rodada do Campeonato Estadual. Um vexame que deixou a torcida atleticana triste e sem saber qual é o futuro do time que surgia como favorito ao bicampeonato mineiro.

O Atlético decepcionou novamente na Arena do jacaré, em Sete Lagoas, e não passou de um empate por 1 a 1 com o Uberaba, na noite desta quarta-feira (dia 23), em partida válida pelo Campeonato Mineiro. Mesmo com Dorival Junior escalando as chamadas  ‘Torres Gêmeas’, o Galo continua a sofrer gols em todos os jogos, e o Uberaba próximo da zona de rebaixamento, ficou satisfeito com o ponto conquistado embora esperando muito mais na partida na Arena do Jacaré.

Com o resultado sem brilho,  o Atlético fica na vice-liderança com 17 pontos, dois atrás do Cruzeiro e um a frente do América, que tem uma partida a menos. Já o Uberaba chega aos sete pontos e se mantém na nona posição, correndo risco de cair para a Segunda Divisão de Minas em 2012. Agora, o  Galo volta jogar na próxima quinta-feira, dia 31, às 20h. Vai a Presidente Prudente, no interior de São Paulo, para enfrentar o Grêmio Prudente, pela segunda fase da Copa do Brasil. Pelo Campeonato Mineiro, o novo jogo é no dia 3 de abril, domingo, às 18h30m, em Governador Valadares, contra o Democrata. Já o Zebu recebe o Funorte, no Uberabão, no dia 2 de abril, às 16h, já que foi eliminado da Copa do Brasil.

Depois de empatar sem gol no primeiro tempo, deixando sua torcida desconsolada,  Galo voltou para o segundo tempo mais agressivo e aos quatro minutos, o atacante Jóbson  cruzou  para Ricardo Bueno, que testou com violência para abrir o placar para o Atlético na Arena do Jacaré. Aos nove minutos, o Uberaba conseguiu o empate com Bruno Campos. Ele recebeu passe de Cristiano Brasília e venceu Renan Ribeiro, que defendeu na primeira tentativa, mas no rebote o lateral improvisado do Zebu mandou para as redes atleticanas.

Como o empate não interessava ao Atlético, o técnico Dorival Júnior promoveu a entrada dos atacantes, Neto Berola e Magno Alves, que aos 20 minutos, quase marcou pelo lado esquerdo, que o goleiro Fernando conseguiu mandar para escanteio. O gol não saiu e o time saiu vaiado da Arena do Jacaré.

Eis a ficha técnica do novo fracasso atleticano:

ATLÉTICO 1 X 1 UBERABA

Estádio Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, 23 de março de 2011.

Juiz: Igor Junio Benevenuto (FMF)

Público: 4.263 pagantes. Renda: R$ 20.375,00

ATLÉTICO: Renan Ribeiro; Bernard, Réver, Leonardo Silva e Richarlyson; Serginho, Toró (Mancini) (Neto Berola), Ricardinho e Renan Oliveira; Ricardo Bueno e Jobson (Magno Alves). Técnico: Dorival Júnior.

UBERABA: Fernando; Rodrigão, Felipe (Alemão) (Hugo) e Ricardo; Maurinho, Balduíno, Gabriel, Rômulo (Juninho Cearense); Cristiano Brasília e Bruno Campos; Marcinho. Técnico: Nenê Belarmino.

Gols: ATLÉTICO – Ricardo Bueno aos quatro minutos do segundo tempo
UBERABA – Bruno Campos aos nove minutos do segundo tempo.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s