Cuca fica e assim é melhor

As especulações e previsões feitas com base em informações confiáveis em todas as mídias foram desmentidas nesta segunda feira pela diretoria do Cruzeiro e, depois de reunião entre dirigentes, assessores e o técnico Cuca,  o treinador foi confirmado para seguir no comando do campeão mineiro e buscando uma campanha importante no Campeonato Brasileiro de 2011.

No final do jogo com o Santos – empate de 1 a 1 com os misto do time paulista – Cuca disse que deixava a diretoria do clube livre para tomar uma decisão sobre o futuro dele na direção do Cruzeiro.  Foi a senha para surgirem versões e furos de reportagem por todo lado, com uns garantindo que o novo treinador já estava escolhido e era o carioca    Joel Santana, ficando como opção o gaúcho Celso Roth.

Os nomes de Santana e Roth seguiram como destaque nas edições virtuais dos jornais e blogs mesmo depois de o presidente Zezé Perrela ter dado entrevista no fim da noite de domingo dizendo que Cuca ia ficar. Joel Santana foi até entrevista como provável técnico azul e Roth, mais precavido, disse que só ia avaliar a possibilidade depois de ter certeza que Cuca estava fora dos planos dos cruzeirenses.

No começo da tarde desta segunda-feira, dia 13 de junho, depois de reunião ba toca da Raposa, foi definida a permanência de Cuca e ele comanda o time no clássico de sábado, pela quinta rodada do Brasileirão 2011, contra o América, na Arena do Jacaré. Para acabar com todas versões, o Cruzeiro divulgou nota no site www.cruzeiro.com.br  com a posição do clube. Eis a nota:

“Diretoria define permanência de Cuca no comando do Cruzeiro

Da Toca II- de Cláudio Antonio

Terminou há instantes, a reunião entre Alexi Stival, o Cuca, e o diretor de futebol do Cruzeiro, Dimas Fonseca, em que foi definida a permanência do treinador no comando técnico do Melhor Clube Brasileiro do Século XX.

Na tarde desta segunda-feira, às 15h30, Cuca inicia a preparação do time para a partida contra o América-MG, que será disputada no próximo sábado, às 21h, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.

O treinador chegou ao Cruzeiro no dia 9 de junho de 2010, quando foi apresentado na Toca da Raposa II. Naquela ocasião, Cuca tinha como objetivo fazer o time, que ocupava a 11ª colocação, brigar na parte de cima do Campeonato Brasileiro.  Com uma sequência de vitórias, a equipe estrelada chegou a liderar a competição e terminou o Brasileirão com o vice-campeonato, com a vaga para a fase de grupos da Copa Libertadores da América de 2011 assegurada.

Neste ano, Cuca levou a Raposa à conquista do Campeonato Mineiro e segue em busca do título brasileiro, que, no ano passado, escapou por muito pouco.

Até agora, Cuca comandou o time cinco estrelas em 59 partidas, com 37 vitórias, 10 empates e 12 derrotas, 118 gols marcados e 51 sofridos, aproveitamento de 68,36% dos pontos disputados”.

Pelo visto, os dirigentes cruzeirenses tomaram uma decisão que atende ao clube e à torcida já que os nomes anunciados como certos – de Joel Santana e Celso Roth – iam provocar mais crise que resolver a situação do campeão mineiro.  Se o Cruzeiro reagir, tudo voltar ao normal mas se não recuperar a força do Campeonato Estadual e da primeira fase da Libertadores da América, vai ser difícil manter Cuca na Toda da Raposa. Os resultados vão definir os rumos no segundo semestre.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Cuca fica e assim é melhor

  1. LEONARDO CARVALHO disse:

    Este time do Cruzeiro deixa qualquer um de CUCA quente

    • Errepê,
      Foi melhor assim,. O Cuca não tem culpa da falta de “mira” dos atacantes do Zero, da falta de
      qualidade na finalização e nem da má vontade de alguns jogadores. A culpa que lhe cabe é não peitar o Roger e teimar em colocar o Gilberto de lateral. Ora, o Giba no meio campo é um dos melhores jogadores do Brasil e ali, além da idade, ele é muito sacrificado, haja vista, o número de faltas que tem que fazer quando joga ali, pois não tem mais pique prá correr atrás de “pontas”. No meio ele rende mais e o time fica mais encorpado. Com a volta do Diego Renan (que diabos aconteceu com o menino?), ele pode botar o Giba no meio com o Montillo que o time vai ficar mais encorpado e harmônico. Outra coisa: o Thiago Ribeiro tem de voltar a ser um jogador mais participativo, mais garçon, pois no jogo contra o Figueira ele estragou, no mínimo, dois contra-ataques, pois só queria chutar pro gol, quando tinha mais companheiros livres . O Wallyson foi um achado, porém, também tem de passar mais a bola e não ficar chutando de qualquer distância, pois isso prejudica o time. É só uma sintonia fina, pois dos jogos até o momento, o único em que o time foi realmente mal foi contra o Flu, nos demais, jogou muita bola. Acho também que tá na hora de dar um descanso pro Montillo, pois, apesar de ser um jogador diferenciado, ele entrou naquela fase de gangorra, ou seja, não tem mais aquela constância de sempre jogar bem. Veja bem, meu dileto: quando ele chegou no Cruzeiro, chegou com tudo; estreiou e já marcou gol, não teve um período de adaptação, o que é normal para jogadores de outros países e, somente agora, é que tá sentindo os efeitos disso. Um bom descanso pro guerreiro azul, resolve tudo e as coisas entram nos conformes, novamente. Ainda é muito cedo para jogar a toalha e temos time prá brigar pelo título. Neto,

  2. Osmar Dias Filho disse:

    Rogério: O mesmo artíficio usado pleo técnico Cuca, domingo, após o jogo com o Santos… deixar a diretoria à vontade, no caso de querer demiti-lo, ele usou quando esteve no Botafogo, Flamengo e Fluminense.
    Bom técnico, não é covarde, joga para frente, porém sem o carisma e estrela dos vencedoes, para se tornar um campeão.
    Afinal não possui um título de relevância, juntamnte com Fábio, Henrique, Marquinhos Paraná e aí vai… técnico e atletas que estão sempre chegando… a la Barrichello.
    Precisa mudar o astral, a energia.
    Saudações Celestiais.

  3. alex disse:

    Rogério,

    O Cruzeiro este ano disputará no máximo a sulamericana. Pode anotar aí.
    Com Cuca ou sem Cuca. Me lembrei de uma sincronicidade aqui, e o Galo será vice-campeão brasileiro,
    perdendo o título para um time paulista. Cruzeiro vice em 98 e Galo e 99, e fim do mundo em 2000
    Cruzeiro vice em 2010 e Galo em 2011 e fim do mundo em 2012.

    Brincadeiras à parte, o Galo deve ir bem este ano e o cruzeiro se contratar o Joel vai se dar mal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s