Tá danado! Nova derrota do Galo e o técnico sai

Não tem mais desculpa e nem enrolação. O Atlético perdeu a terceira partida seguida e desta vez no Ipatingão que, diziam os eternos otimistas, o Galo tinha sorte, torcida acolhedora e ia intimador os adversários do Figueira de Santa Catarina, considerado como time fácil de ser derrotado. Só que esqueceram de avisar os rivais e com 45 minutos do primeiro tempo o Figueirense já vencia de 2 a 0. No segundo tempo, o Atlético fez um gol, mas ficou só nisso e lá vai o ex-glorioso CAM descendo a ladeira da classificação da disputa nacional.A massa atleticana continua inquieta e não sabe mais a quem apelar. Tá danado, torcida alvinegra da Colina de Lourdes. Assim não dá e só falta o Galo ir para a turma do rebaixamento. Só que a reação pedida pela  torcida começou e o técnico Dorival Junior está indo embora. Cruzes….

Mesmo jogando em casa e querendo urgentemente uma vitória para acalmar a torcida, o Atlético foi superado pelo Figueirense por 2 a 1, neste sábado, no Estádio Ipatingão, em Ipatinga , no Vale do Aço de Minas. Pior, o  time de Santa Catarina, ainda não tinha ganho e  conquistou seus primeiros três pontos como visitante e melhorou sua classificação na tabela do Campeonato Brasileiro de 2001,  com 22 pontos. Já o Galo segue em  13.º, com 15 pontos, mas tem grande chance de se aproximar mais ou até mesmo entrar para o grupo da degola, já que, com exceção do Grêmio, todas as equipes abaixo dele jogam neste domingo para fechar a 15.ª rodada da competição brasileira.

Apesar de jogar como visitante, o time catarinense partiu para cima dos donos da casa desde o início do jogo em Minas. O Figueira montado por Jorginho, auxiliar de Dunga na Seleção Brasileira, começou pressionando  fraquinha defesa do Atlético, com jogadas rápidas de Júlio César e Elias. E foi  justamente Elias que abriu o placar aos oito minutos, com chute forte e sem chance de defesa para o goleiro Giovanni. O Atlético tentou reagir, mas sem sucesso. Até que no último minuto, do mesmo primeiro tempo, Júlio César tocou a bola na área e o mesmo Elias ampliou para os catarinenses. “Duas falhas nossas e gols deles. A gente tem que tomar vergonha na cara”, lamentou o goleiro Giovanni ao deixar o campo para o intervalo do jogo em Ipatinga.

Com a torcida nervosa e vaiando, o Atlético foi para os vestiários com o técnico Dorival Júnior querendo mudar radicalmente de escalação e até o esquema de jogo. O time atleticano  voltou para o segundo tempo com as três alterações e uma formação bem mais ofensiva supostamente pronto para virar o resultado. No primeiro minuto de jogo, Richarlyson  passou para Dudu Cearense, que havia entrado no intervalo, e marcou para o Atlético. Mas o Figueira não permitiu nem o empate e acabou ganhando de 2 a 1. Lamentável para os atleticanos que vaiaram e pediram mudanças no Galo Carijó.

Agora, no próximo domingo, o Atlético enfrenta o Coritiba no Estádio Couto Pereira, em Curitiba, e o Figueirense recebe o invicto Flamengo, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. “Fica difícil. O time correndo atrás do resultado o tempo todo”, lamentou Neto Berola. Só que a torcida atleticana mais ainda e  vai cobrar mudanças e um melhore rendimento, antes que seja tarde para o Atlético, até para esquecer a pífia campanha de 2011, ainda mais que nesta semana o time alvinegro vai estrear na Copa Sul-Americana, enfrentando novamente o Botafogo do Rio, um velho e tinhoso rival. Cuidado Galo ou 2011 vai ser só de fracassos. Tenham dó…

Eis a ficha  técnica da nova derrota atleticana e desta vez em casa:

Atlético 1 x 2 Figueirense

No Estádio João Lamego (Ipatingão), em Ipatinga, no Vale do Aço de Minas.

Atlético – Giovanni; Werley (Neto Berola), Lima, Patric e Leonardo Silva; Eron, Serginho (Dudu Cearense), Giovani Augusto (Wesley) e Richarlyson; André e Magno Alves. Técnico: Dorival Júnior.

Figueirense – Wilson; Coutinho, João Paulo, Roger Carvalho e Juninho; Ygor, Túlio, Maicon (Jackson) e Elias; Héber (Wellington Souza) e Júlio César (Wilson Pittoni). Técnico: Jorginho.

Gols: Elias, aos 7 e aos 45 minutos do primeiro tempo e de  Dudu Cearense, a 1 minuto do segundo tempo.

Juiz- André Luiz de Freitas Castro (GO).

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s