Cruzeiro ajuda a afundar mais o Atlético

O Atlético perdeu de virada para o Corinthians por 3 a 2 , na Arena do Jacaré,em Sete Lagoas, na terceira derrota seguida, e afundou ainda mais o Galo Carijó na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro de 2011.O time mineiro começou vencendo de2 a0 e dava a impressão para sua fanática torcida que ia começar, com o técnico Cuca, ex-Cruzeiro, uma reação antes do final do primeiro turno da competição. Mas além de levar três gols, o Galo ainda foi prejudicado pelo fracasso do Cruzeiro, em Curitiba, contra o Atlético Paranaense, na Arena da Baixada. Está agora no décimo-oitava colocação, na frente apenas do Avaí e do América de Minas. Inacreditável, gente mineira…

Depois de três empates seguidos, o Corinthians mostrou sua força e  reencontrou com a vitória no Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, derrotou o Atlético Mineiro por3 a2, de virada após estar perdendo por2 a0, no Estádio João Lamego, o Ipatingão, em Ipatinga  pela 17.ª rodada, e se mantém na liderança. Agora com 37 pontos, tem três a mais que o Flamengo – que joga nesta quinta -, mas possui vantagem no número de vitórias-12 a10 até agora .O Atlético, com 15 pontos, segue na zona de rebaixamento, em 18.º lugar. Esta foi a terceira partida do técnico Cuca, que substituiu Dorival Júnior, no comando da equipe e a terceira derrota consecutiva – antes havia perdido para o Botafogo, pela Copa Sul-Americana, e para o Coritiba, pelo Brasileirão’2011.

No próximo sábado, pela 18.ª rodada, a penúltima do primeiro turno, o Corinthians recebe o Figueirense, às 18 horas, no Estádio do Pacaembú,em São Paulo. OAtlético joga no mesmo sábado, no mesmo  horário contra o Botafogo, no Engenhão, no Rio onde os mineiros nunca venceram. Desfalcado de Serginho e Leonardo Silva, Cuca surpreendeu ao escalar o Atlético com três zagueiros (Werley, Réver e Lima) e deslocar Richarlyson para a ala esquerda. A formação deu certo e segurou as investidas de Danilo e Alex, que gostam de encostar na dupla de atacantes. Liedson, voltando de lesão, era muito bem marcado e quase não aparecia no clássico de mineiros e paulistas..

Com um esquema melhor na defesa, o Atlético se aproveitou das bolas paradas para ficar em vantagem no primeiro tempo. Aos 13 minutos, Bernard bateu escanteio pela direita, Réver cabeceou na marca do pênalti paraDudu Cearense, em posição legal, desviar no meio do caminho, fazendo Galo1 a0 em cima do timão Paulista.A jogada do segundo gol foi em lance parecido. Bernard bateu mais um escanteio, desta vez pela esquerda, masRéver não pôde cabecear porque foi seguro pela zaga Pênalti que Guilherme cobrou bem e fez2 a0 para o time atleticano de Belo Horizonte.

Perdendo, o técnico  Tite arriscou um esquema mais ofensivo para o segundo tempo. Tirou o lateral-direitoAlessandro e escalou o atacante Emerson, deixando o time com cinco jogadores de ataque  – Welder foi para a posição de origem e Jorge Henrique recuado para a lateral esquerda. Em oito minutos, o Corinthians mostrou que a opção de Tite foi correta. Aos 4 minutos, após escanteio batido da esquerda, Emerson marcou de cabeça. O atacante também poderia ter feito o segundo, aos 7, mas Rever fez falta por trás nele, dentro da grande área, quando Emerson ia fazer o segundo gol. Pênalti e cartão vermelho para o zagueiro. Alex bateu no canto direito, rasteiro, e empatou. Corinthians 2, Atlético 2, para desespero de Cuca e mais  ainda da torcida atleticana.

Nos vinte minutos seguintes, o Atlético tentou encontrar uma forma de equilibrar a partida apesar da inferioridade numérica e até conseguiu. Mas era a alteração de Tite que viria a decidir mesmo o jogo. Jorge Henrique cruzou, Emerson tocou de cabeça e Liedson é quem fez o terceiro, livre na cara do gol. Corinthians, 3 a2 de virada. Aos 44 minutos, mais um pênalti para o Corinthians. Emerson entrou na área, pelo lado direito, e foi derrubado pelo goleiro Renan Ribeiro, que se redimiu ao defender a cobrança de Alex no canto direito. Mas insuficiente para ajudar o Atlético que com a derrota do Cruzeiro para o Atlético-PR caiu para o ante-penúltimo lugar na tabela do Brasileirão’2011. O time atleticanao saiu vaiado e com a torcida ameaçando manifestações contra os jogadores e a diretoria do Galo Carijó. Eis a ficha técnica da virada corintiana contra os atleticanos de Minas:

Atlético 2 x 3 Corinthians

No Estádio João Lamego (Lameirão), em Ipatinga, no Vale do Aço de Minas.

Atlético – Renan Ribeiro; Werley, Réver e Lima; Patric (Caio), Dudu Cearense, Fillipe Soutto (Jonatas Obina),Bernard e Richarlyson; Magno Alves (Gilberto) e Guilherme. Técnico: Cuca.

Corinthians – Júlio César; Alessandro (Emerson), Leandro Castán, Wallace e Welder; Ralf, Paulinho, Alex eDanilo; Jorge Henrique e Liedson (Edenílson). Técnico: Tite.

Gols – Dudu Cearense, aos 13, e Guilherme (pênalti), aos 27 minutos do primeiro tempo para o Atlético; eEmerson, aos 4, Alex (pênalti), aos 8, e Liedson, aos 29 minutos do segundo tempo para o Corinthians.

Árbitro – Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ).

Cartões amarelos – Richarlyson, Renan Ribeiro e Dudu Cearense (Atlético-MG); Júlio César e Emerson(Corinthians).

Cartão vermelho – Réver (Atlético).

Já em Curitiba, com gol aos 44 minutos do segundo tempo, o Atlético venceu o Cruzeiro por2 a1 na 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, na noite desta quarta-feira, na Arena da Baixada. Marcinho, que defendeu o Cruzeiro entre 2007 e 2008, abriu o placar para o Furacão da Baixada  após cruzamento de Edílson. Com assistência deVitor, Wellington Paulista marcou o gol de empate ainda no primeiro tempo. O gol da vitória foi marcado porCleber Santana, aos 44 minutos do segundo tempo.O Atlético-PR está com 16 pontos e subiu para a 16ª posição. O campeão mineiro segue com 21 pontos e caiu para o 12º lugar. Os times voltam a campo no fim de semana. No sábado, o Cruzeiro recebe o Ceará no Parque do Sabiá, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Já no domingo, o Furacão encara outro mineiro: pega o América, às 18h, novamente na Arena da Baixada. Com o resultado, o Cruzeiro não só perdeu classificação como prejudicou o Atlético Mineiro que foi para o 17.o lugar. Uma noite triste para a torcida de Minas Gerais. Tá danado, torcedor belo-horizontino.

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s