Bahia x Cruzeiro quarta, Atlético x Santos na quinta são decisivos

Faltando 10 rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro de 2011, nesta quarta-feira, feriado do Dia das Crianças, e quinta-feira, dia 13 de outubro, cruzeirenses e atleticanos vão tentar recuperar a esperança de ver seus clubes classificados e fora da zona de rebaixamento sem o risco de queda para a Segunda Divisão. O Cruzeiro enfrenta nesta quarta-feira, dia 12 de outubro, o Bahia em Salvador e procura ficar afastado, como 16.o colocado, da turma da degola nacional. O empate do time azul com o São Paulo de 3 a 3, na Arena do Jacaré, a China Azul ficou, mas confiante na reação do campeão mineiro em Salvador e nos nove jogos seguintes da temporada. Já o Atlético vai jogar na quinta-feira contra o Santos, em Sete Lagoas, na Arena do Jacaré, enquanto o América  encara o Ceará Esporte nesta quarta-feira na Arena do jacaré, sonhando em deixar a lanterna e depois sair da zona de rebaixamento.

Em clima de revanche e também com os dois clubes ameaçados na temporada e desacreditados por suas torcias, Bahia e Cruzeiro se enfrentam nesta quarta-feira, à noite, oito anos depois de o time mineiro ter goleado os baianos, confirmando a conquista do titulo brasileiro e eliminando o Bahia para a Segunda Divisão, com uma goleada de 7 a 0. Inacreditável torcida mineira e baiana.

Após quase oito anos, Bahia e Cruzeiro voltam a se enfrentar em Salvador. O último encontro, em 14 de dezembro de 2003, terminou em goleada – 7 a 0 para o Cruzeiro – que significou recorde para o time estrelado e rebaixamento para o Bahia. Após aquele jogo, o tricolor baiano levou sete anos para retornar à divisão de elite. O duelo desta vez acontece num momento diferente daquele de 2003, pois é o Cruzeiro que precisa de uma vitória para se afastar da zona da degola e o Bahia é que pode complicar a permanência do time de Minas na Série A.

A goleada de 2003 aconteceu na última rodada do Campeonato Brasileiro. O Cruzeiro já havia confirmado o título com duas rodadas anteriores e foi para o jogo com a meta de alcançar 100 gols e 100 pontos na tabela. O Bahia, que somava 46 pontos, lutava contra o rebaixamento juntamente com o Fortaleza, também com 46, e com o Paysandu, com 48 pontos. Assim o time baiano precisava vencer o Cruzeiro e torcer para que Fortaleza e Paysandu não vencessem a Ponte Preta e o Atlético-PR. Mas o Cruzeiro estava com um grande time, comandado por Alex,  e conquistou o título brasileiro e também a tríplice coroa da temporada.

O Bahia entrou em campo com camisas azuis e a troca do uniforme gerou um atraso de 17 minutos para o início do jogo. A tática era jogar sabendo dos outros resultados, que não eram favoráveis. Com 16 minutos, o Paysandu ganhava do Furacão por 2 a 0.
Com a bola rolando, o Cruzeiro venceu por 7 a 0 – a maior goleada do clube no Brasileirão – e rebaixou o Bahia para a segundona…

Na partida de 2003, o Cruzeiro estabeleceu quatro recordes no Campeonato Brasileiro: maior número de pontos (100), de vitórias (31), de gols marcados (102) e de rodadas na liderança (18 no total).

O meia Alex entrou para a história. Fez cinco gols no jogo e tornou-se o maior artilheiro do clube numa mesma partida do Brasileirão, igualando Ronaldo Fenômeno, que também havia feito cinco, contra o mesmo Bahia, no Brasileiro de 1994. Com 23 gols somados, Alex também se tornou o maior artilheiro cruzeirense numa mesma edição do Campeonato Brasileiro. Outra curiosidade foi o meia ter feito quatro gols de pênalti na partida. O Bahia penou por um longo período fora da elite. Em 2005, caiu para a Série C, onde permaneceu por dois anos e só conquistou o acesso à Série A no ano passado. Por coincidência do destino, sete anos após a histórica goleada, o Bahia pode dar o troco e complicar a situação do Cruzeiro na Série A. Nesta quarta-feira, o Cruzeiro tenta repetir o feito de 2003 e começar a reação nacional, enquanto os baianos querem vingar a goleada e afundar o campeão mineiro. Forza, Minas…

O Cruzeiro encerrou na manhã desta terça-feira a preparação para o jogo desta quarta, dia 12, contra o Bahia, às 21h50, no Estádio de Pituaçu, em Salvador-BA, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Vágner Mancini comandou um treinamento tático no campo do Barradão, que pertence ao Vitória, na capital baiana. A equipe teve a mesma formação que utilizou nos treinamentos  no domingo e na segunda-feira na Toca da Raposa II, com Wellington Paulista no ataque, a única alteração com relação ao time que empatou em 3 a 3 com o São Paulo, na semana passada, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, e que teve o argentino Farías. O time do treino desta terça-feira, no Barradão, que deve começar tem Fábio; Vitor, Léo, Victorino e Everton; Marquinhos Paraná, Charles, Roger e Montillo; Keirrison e Wellington Paulista.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Bahia x Cruzeiro quarta, Atlético x Santos na quinta são decisivos

  1. leo carvalho disse:

    Este duelo alvi negro tem tudo p ficar marcado como um dos grandes jogos do futebol brasilheiro. Forca galo porque time voce tem.

    • Lo, depois do Amrica ter goleado o Cear, 4 a 1, na Arena do Jacar, a vez do Atltico regular contra o Santos e seguir uma reao para o mineiros deixaram a Sriae BH. Forza, Minas. RP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s