Atlético vai atrás da fé perdida da torcida

A fé da torcida do Atlético foi perdida com o fraco rendimento do time no mês de setembro e  neste começo do returno do Campeonato Brasileiro de 2012. A situação do alvinegro da Colina de Lourdes era sensacional no primeiro turno e agora há uma dura realidade a ser enfrentada pelor torcedores, dirigentes, comissão técnica e titulares e reservas. O Galo Carijó que fez uma brilhante campanha, ficou bom tempo na liderança isolada e chegou a conquistar o título simbólico do primeiro turno, caiu técnica e fisicamente  a ponto de estar agora a seis pontos do Fluminense, líder  absoluto e franco favorito para a conquista do título da temporada. No empate de 1 a 1 com a Portuguesa de Desportos, no sábado passado, no Estádio do Canindé, em São Paulo, o campeão mineiro completou quatro jogos sem vitória e viveu um mês de setembro fraco e sem talento ou força.
 
Agora para retomar a confiança dos torcedores e buscar a liderança do Brasileirão’2012, o Atlético terá de reagir, vencer o maior número de jogos em outubro e ainda torcer e muito para a queda do Fluminense, que tem 59 pontos ganhos e maior número de vitórias, além de Fred, o artilheiro da disputa com 13 gols, o último deles na vitória de 1 a 0 sobre o Flamengo, domingo passado, no Estádio Engenhão. As pífias campanhas dos clubes mineiros no mês de setembro foram terríveis para os torcedores do América, Cruzeiro e Atlético. O Coelho está ameaçado de não retornar para a Primeira Divisão, o Cruzeiro se debate na metade da tabela de classificação e há seis jogos sem vencer, como no empate de 0 a 0 com o Internacional no final de semana em Varginha. Um setembro de más disputas mineiras e de previsão de mais um ano sem grandes conquistas e de muitas lamentações de americanos, cruzeirenses e atleticanos. Inacreditável, brava gente mineira!!!
 
Apontado pelos atleticanos e pelas mídias como um dos favoritos para a briga pelo título brasileiro de 2012, o Atlético está deixando escapar a chance de ser bicampeão brasileiro, repetindo a façanha de 1971, quando foi o primeiro campeão nacional, vencendo Botafogo, no velho estádio do Maracanã, que foi derrubado e agora será uma nova arena do futebol carioca e brasileiro. Como o Fluminense tem 59 pontos ganhos e seis pontos de vantagem sobre o Atlético, em segundo lugar, com 53 pontos, agora resta acreditar nas previsões do técnico Cuca, que disse que setembro seria um período de dificuldades e de queda de produção e vai prevendo agora quem em outubro a sorte vai virar para os atleticanos. 
 
Para reagir e voltar a disputar o título nacional contra o Fluminense e ainda o Grêmio, terceiro colocado, e o Vasco da Gama, quarto colocado, o Atlético não mais depende só de seus resultados. Tem de vencer os adversários e torcer para o Fluminense perder, pelo menos, três partida e os demais concorrentes diretos como Grêmio e Vasco da Gama também serem derrotados em outubro. A recuperação do Atlético vai começar no próximo fim de semana contra o Figueirense, de Santa Catarina, no Estádio Independência. O jogo de mineiros e catarinenses será sábado, dia 6 de outubro, às 18h30 em Belo Horizonte. Depois virão outros jogos duros mas considerados menos complicados por Cuca. O Galo joga depois de enfrentar o Figueirense contra  o Internacional em Porto alegre, como Sport em Recife, contra o Santos na Vila Belmiro  e mais dois clássicos contra o Fluminense, seu maior rival na temporada, e o Flamengo, na revanche, ambos no Mineirão.
 
Em setembro a expectativa do técnico Cuca era de muitas dificuldades mas ele esperava conseguir 12 pontos  nos oito jogos disputados 24 pontos para conquistar. Mas o time não foi bem e terminou a campanha de setembro com 9 pontos em 24 disputados. O Atlético conquistou vitórias contra o Palmeiras e o São Paulo, teve empates contra o Bahia, Grêmio e Portuguesa. E foi derrotado pelo Corinthians, Náutico de Recife e Flamengo, no Estádio Engenhão.Ou seja, a campanha do Atlético em outubro terá de ser melhor que a setembro.  Serão 18 pontos disputados e a previsão do treinador é ganhar novamente 12 pontos e ficar torcendo para o fracasso do Fluminense e ainda do Grêmio e do Vasco. Uma campanha complicada e que vai depender  muito da recuperação to time e de muita sorte, além de apoio incondicional da torcida atleticana. Uma luta impressionante e com muita garra e amor dos atleticanos. É agora ou nunca que o Galo e também o Cruzeiro e o América precisam mostrar que o futebol mineiro tem jeito. Eta ferro!!!
Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s