Brasil x Itália em Genebra mostra a meta de Felipão

Brasil x Itália vai ser um teste real para a Seleção Brasileira de Luiz Felipe Scolari, o Felipão, campeão mundial em 2002, quando a Seleção Brasileira foi penta-campeã . O confronto será nesta quinta-feira, dia 21 de março, em Genebra, na Suiça, e começa às 16h30m, hora do Brasil, no Stade de Genève (Estádio de Genebra), com capacidade para 30 mil pessoas. Depois de enfrentar os italianos, os brasileiros vão para o Reino Unido, no sábado, dia 23,  e ficam no Hotel Inter-Continental London Park Lane para fazer mais um amistoso na próxima segunda (25), contra a Rússia, no estádio Stamford Bridge, campo do Chelsea.
 
No clássico entre Brasil e Itália, nesta quinta-feira, está em jogo a velha rivalidade, uma das mais antigas do futebol internacional, que começou n copa de 1038, na Europa, e terminou com a vantagem dos rivais, por 2 a 1 da Copa do Mundo de 1938. A Seleção Brasileira era favorita contra a Itália e para a conquista do título mundial mas poupou o centroavante Leônidas da Silva e acabou perdendo nas semifinais, com a Itália se tornando bicampeão mundial. Brasileiros e Italianos conquistaram nove títulos mundiais até hoje e  o jogo de Genebra serve para as duas seleções testarem seus jovens times para a Copa das Confederações e também já se preparando para a Copa de 2014, também no Brasil.
 
A Seleção do Brasil enfrenta a Itália em Genebra (às 16h30 no horário de Brasília) e  será a segunda partida da seleção sob o comando de Luiz Felipe Scolari, que voltou a ser técnico do país no fim do ano passado.Na estreia da segunda Era de Felipão à frente da seleção, o Brasil foi derrotado pela Inglaterra por 2-1 em Wembley, na Inglaterra. O teste contra a Itália, tem ainda mais importância por a Squadra Azurra ser um dos rivais do Brasil na primeira fase da Copa das Confederações, no dia 22 de junho, em Salvador, na Bahia.
Vale também para se ver como estão em 2013, a duas seleção que somam nove títulos mundiais – cinco do Brasil e quatro da Itália. As duas conquistas brasileiras foram em finais contra a Itália, uma no México em 1970 (4 a 1) e outra nos Estados Unidos em 1994,(por 3 a 2 nos pênaltis, após empate de 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação.”Brasil e Itália é um dos principais clássicos do futebol. São nove títulos mundiais, muita história. A Itália sempre merece respeito”, disse Felipão sempre lembrando da força dos italianos e da rivalidade entre as duas seleções .
 
Depois do amistoso na Suíça, a seleção do Brasil viaja para Londres, onde enfrenta a Rússia na segunda-feira, dia 25 de março. A Itália usa a partida como preparação para o confronto de terça-feira, dia 26,  contra Malta, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2014. Scolari teve três baixas em sua convocação e não poderá contar com Lucas (Paris Saint-Germain), Paulinho (Corinthians) e Ramires (Chelsea). Apenas Ramires ainda tem uma chance de enfrentar os russos. Para o lugar de Lucas, Felipão convocou Osvaldo, do São Paulo.
 
O técnico quase perdeu também Diego Costa, do Atlético de Madrid, mas o atacante, que sofreu uma lesão no tornozelo esquerdo no fim de semana conseguiu se apresentar em Genebra. Outro craque que volta à seleção é Kaká, que não consegue se firmar como titular no Real Madrid e não havia sido convocado por Felipão para o jogo contra a Inglaterra.
 
Mas o ex-jogador do São Paulo e do Milan deve começar a partida no banco de reservas. No lado italiano, o técnico Cesare Prandelli perdeu o zagueiro Chielini, cortado por lesão. As apostas da Squadra Azzurra ficam por conta dos atacantes Mario Balotelli, Stephan El Shaarawy e Pablo Daniel Osvaldo. Os italianos lideram seu grupo nas eliminatórias e querem aproveitar o jogo contra o Brasil como um teste.
 
A última vitória italiana sobre o Brasil aconteceu há mais de 30 anos, na Copa do Mundo da Espanha-1982, na chamada ‘Tragédia do Sarriá’, quando a seleção treinada por Telê Santana e liderada por Zico e Sócrates foi derrotada por 3-2 pela Azzurra, liderada por Paolo Rossi, que fez três gols. O Brasil foi eliminado e a Itália acabou campeã do mundo.”É um privilégio para a Itália jogar contra um adversário de tanto prestígio como o Brasil neste momento do ano. Para nós será um teste, que vamos levar muito a sério”, disse Prandelli.
Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s