Brasil é campeão na goleada sobre Fúria Espanhola: 3 a 0

A Seleção Brasileira conquistou o título da Copa das Confederações de 2013 com a vitória de 3 a 0 sobre a Seleção da Espanha na final deste domingo, dia 30 de junho, no Maracanã, no Rio. Os gols foram de Fred (2) e Neymar (1) e os espanhóis ainda perderam um pênalti no segundo tempo. A conquista é primeira depois do penta-campeonato em 2002 no Japão, também em 30 de junho, na Copa do Mundo’2002, com Luiz Felipe Scolari comando, como agora, os brasileiros com um time sensacional. Em Salvador, na Bahia, no Estádio da Fonte Nova, a Itália ficou com o terceiro lugar com a vitória sobre o Uruguai, depois de empate de 2 a 2  no tempo normal, sem gols na prorrogação e os italianos vencendo nos pênaltis.

Para um Maracanã lotado e com grande festa, manifestações e confrontos entre policiais e os que participavam da passeata, no entorno do estádio do Rio, o Brasil se impôs técnica e fisicamente à Espanha e fez seu primeiro gol logo na saída de bola, aos 2 minutos,  com Fred aproveitando uma jogada de área, que também teve a participação de Neymar e, mesmo caído, fazer 1 a 0 para a Seleção de Felipão. O segundo gol foi de Neymar com um chute forte pelo alto e que surpreendeu o goleiro Casillas. O terceiro gol foi do artilheiro Fred, que chegou aos cinco gols e é um dos artilheiros da competição internacional, junto com Torres da Espanha. Fred foi considerado o melhor em campo junto com Neymar mas toda a Seleção Brasileira jogou bem e soube conter a Fúria Espanhola.

Para ser campeão da Copa das Confederações o Brasil teve uma campanha espetacular e mostrou superioridade sobre todos os adversários, conseguindo o título por mérito, força física e muita técnica.  Na estréia, na abertura da Copa das Confederações, em Brasília, no Estádio Mané Garrincha, o Brasil venceu o Japão de 3 a 0, dia 15 de junho. Depois derrotou o México por 2 a 0 no Estádio Castelão, em Fortaleza, no Ceará, em 19 de junho, e fechando a primeira fase, no Grupo A, ganhou da Itália, terceira colocada, por 4 a 2, no dia 22 de junho, no Estádio da Fonte Nova, em Salvador. Nas semifinais, a Seleção Brasileira eliminou o Uruguai por 2 a 1, no Mineirão, em Belo Horizonte, no dia 26 de junho.

E a Espanha derrotou o Uruguai por 2 a 1, no Grupo B, no dia 16 de junho, na Arena Pernambuco, em Recife: depois  goleou o Taiti por 10 a 0, com time misto, no Maracanã, no Rio, dia 20 de junho, e venceu a Nigéria por 3 a 0dia 23 de junho, no Estádio Castelão, em fortaleza. E nas semifinais empatou de 0 a 0 com a Itália no tempo normal, no Castelão, em Fortaleza, placar mantido na prorrogação e ganhou o direito de ir para a final com 7 a 6 nos pênaltis. Na final, no Maracanã, A Espanha levou de 3 a 0 da Seleção Brasileira e volta para a Europa sem ganhar o título que lhe faltava nas disputas internacionais. Agora, Espanha e Brasil estão classificados para a disputa, ano que vem, da copa do Mundo de 2014, quando poderão se enfrentar novamente e, provavelmente, até no nova final no Maracanã. Forza Brasil, arriba Espanha…

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Brasil é campeão na goleada sobre Fúria Espanhola: 3 a 0

  1. luiz fernando disse:

    A vitória brasileira foi merecida. A Espanha estava acostumada a não ser incomodada no seu futebol de ‘cerca lourenço’ (a não ser pela Alemanha, na disputa entre Barça e Bayern) e foi surpreendida pela disposição verde-amarela. Não se justificam, porém, o abuso de adjetivos pela imprensa e uma incrível nota 10 de O Globo para todos os jogadores brasileiros, como se a seleção tivesse alcançado a perfeição no futebol. Menos, gente! Afinal, 2014 está a um ano e uma euforia temporã só pode ser justificada pela intenção de calar a voz das ruas. Arriba, jovens!

  2. Errepê,
    Que sacanagem. Seria melhor a Espanha não ter cruzado com o Brasil, pois assim viveria a doce ilusão de ser considerada a melhor do mundo, pois não “tinha rivais” à altura para confrontá-la e iria ficar nesse migué, por muito tempo. Sem tirar os méritos da Espanha, o seu caminho de glórias foi criado sem que tivesse, em nenhum momento, jogado com o Brasil; seja por incompetência dela (Confederações 2009) ou simplesmente, por falta de oportunidades. Pois bem, quando teve a oportunidade, se mostrou por inteiro: “amarelou”, pois, do outro lado existia uma hierarquia de 4 (QUATRO) COPAS A MAIS e isso PESA, além do mais, não é tão simples assim fazer festa no quintal dos outros, com empáfia, arrogância e desrespeito. Ela continua sendo uma tremenda seleção, mas um pouco de humildade não faz mal a ninguém e ela provou do seu próprio veneno, pois “posse de bola” não significa necessariamente que vá ganhar todos os jogos. Como diria aquele personagem da Escolinha: “tava indo tão bem”!
    Ainda tô cabreiro com o Marcelo, pois se não fosse egoísta e tivesse dado aquele passe pro Fred, a fúria cairia de quatro. Nada de menosprezar a Espanha e exaltar em demasia nossa seleção pelo jogo de domingo, mas que dá uma baita esperança, ah isso dá.

    • Caro, o melhor mesmo foi para o Felipo e para a Seleo Brasileira. No importa se a Espanha estava sem jogo e cansada. Importante foi vencer e ter agora um ano para a Copa de 2014. Se perde, iam por fogo no Maracan. No nada sensacional mas agora o Brasil tetra na copa das confederaes e penta na copa do Mundo. Um espanto. Obrigado e tudo de bom. RP

      ________________________________

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s