Derrota do Cruzeiro no Peru e vitória do Galo na Venezuela sacode clássico de BH

A estreia de Atlético e Cruzeiro na Libertadores das América, na fase de grupos, com resultados surpreendentes, sacudiram os clubes mineiros e domingo, às 17 horas, no estádio Independência, já teremos o grande clássico estadual em Belo Horizonte, pela fase de classificação do Campeonato Mineiro de 2014. 

 O Galo Carijó da Colina de Lourdes, que busca o bicampeonato continental, sobre o Zamora da Venezuela, mesmo por um pobre 1 a 0, com gol de Jô, depois de assistência perfeita de Ronaldinho Gaúcho, mostrou que depois da saída de cuca e um começo fraco na disputa regional, o bicampeão mineiro poderá agora mostrar, contra o maior rival, que vai bem e com Ronaldinho comandando o time, brigar pelos dois títulos, um da Libertadores e outro do Mineiro’2014. 

Já o Cruzeiro acabou derrotado, surpreendentemente por 2 a 1, de virada pelo Real Garcilaso, em Huncayo, no interior do Peru. Foi um jogo complicado, com os peruanos conseguindo reverter uma derrota de 1 a 0, ajudado pela altitude e pelas falhas da defesa azul. No primeiro tempo, o Cruzeiro foi melhor e fez um gol em jogada de Egidio que o zagueiro Bruno Rodrigues transformou em gol de cabeça aos 19 minutos de jogo.

 No segundo tempo, o time peruano reagiu, empolgado por sua torcida que pedia a virada gritando, dançando e cantando, e conseguiu com gols de Britez, aos 6 minutos, e de Rodriguez, que aproveitou uma falha da defesa mineira e garantiu a vitória final por 2 a 1, em casa, depois de falha da zaga e do goleiro Fábio. Além da derrota para os peruanos, o Cruzeiro foi vitima de pressões descabidas e que deverão gerar tentativas de anulação ou punições do jogo, por o clube peruano ter feito primeiro pressões como desligar a água, de provocar suspensão da energia elétrica no treino no dia da chegada ao Peru.

E, mais grave ainda, parte da torcida local vaiar e imitar  grunhidos de “macaco” toda vez que Tinga pegava na bola, desestabilizando o jogador e seus companheiros.O clube mineiro vai protestar e tentar junto à Comenbol, a punição do time peruano e até sua eliminação do clube por racismo e outras atitudes perigosas e contra as leis esportivas.

Agora, com o retorno de Atlético e Cruzeiro, os fatos provocam maior atração para o primeiro clássico de Minas neste domingo, dia 16 de fevereiro, às 17 horas, na Arena Independência. Viva o futebol mineiro…

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s