Diego Tardelli mostra sua raça de atleticano no Ninho do Pássaro

 O Brasil conseguiu  a vitória que precisava para mostrar que a goleada por 7 a 1 para a Alemanha, na Copa do Mundo’2014, ficou no passado. Depois de superar Colômbia e Equador por 1 a 0 nos Estados Unidos, nos primeiros testes com Dunga, a Seleção fez 2 a 0 sobre a vice-campeã mundial Argentina no Estádio Ninho do Pássaro e conquistou o Superclássico das Américas. Os gols deste sábado, dia 11 de outubro, foram marcados por Diego Tardelli.
Com uma postura bastante contida no início da partida, o Brasil se soltou depois que o atacante do Atlético-MG acertou um chute de primeira, no canto, aos 27 minutos. A Argentina teve a chance de empatar ainda antes do intervalo, mas Lionel Messi parou na defesa de Jefferson em uma cobrança de pênalti. No segundo tempo, Tardelli aproveitou um escanteio para ampliar o marcador, de cabeça.

O resultado garantiu o terceiro título do Brasil em três edições já  disputadas do Superclássico das Américas, criado com inspiração na antiga Copa Roca da América do Sul. Em 2011 e em 2012, o torneio foi disputado apenas com jogadores que trabalham nos dois países, com partidas de ida e volta.O jogo também foi marcante por se tratar do centésimo entre Brasil e Argentina. O time  brasileiro aumentou a sua vantagem sobre o rival para 40 vitórias, contra 24 empates e 36 derrotas. Entusiasmado, enfrentará um adversário teoricamente menos complicado às 7h45 (de Brasília) de terça-feira, dia 14, o Japão, em Cingapura. Em novembro, a equipe de Dunga terá Turquia e Áustria pela frente.


BRASIL 2 X 0 ARGENTINA


Local:
Estádio Ninho do Pássaro, em Pequim (China)
Data: 11 de outubro de 2014, sábado
Horário: 9h05 (de Brasília)
Árbitro: Fan Qi (China)
Assistentes: Huo Weiming e Mu Yuxin (ambos da China)
Cartões amarelos: David Luiz (Brasil); Mascherano (Argentina)
Gols: BRASIL: Diego Tardelli, aos 27 minutos do primeiro tempo e aos 18 do segundo

BRASIL: Jefferson; Danilo, Miranda, David Luiz (Gil) e Filipe Luís; Luiz Gustavo, Elias, Willian e Oscar; Neymar (Robinho) e Diego Tardelli (Kaká)
Técnico: Dunga

ARGENTINA: Romero; Zabaleta, Demichelis, Fernández e Rojo; Mascherano, Pereyra (Pérez), Lamela (Pastore), Messi e Di María; Aguero (Higuaín)
Técnico: Gerardo Martino

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s